Sexta, 12 de Agosto de 2022
Segurança nas Estradas Salvando Vidas

Balanço Maio Amarelo: Juntos salvamos vidas

Diretor-presidente da CART, René Silva, faz um balanço das ações do movimento Maio Amarelo e dos objetivos da Concessionária na preservação de vidas

01/06/2022 às 09h21 Atualizada em 01/06/2022 às 09h34
Por: Redação Fonte: René Silva
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Chama a atenção o mote da campanha em 2022 ancoradas pelo Sistema Nacional de Trânsito (SNT), pelo Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV) e apoiada no estado de São Paulo pela ARTESP (Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo): “Juntos Salvamos Vidas”. É a mais perfeita definição do principal fator da segurança no trânsito: a união. 

  

A união é parte da sintonia entre setores de uma concessão rodoviária, comprometidos com uma gestão de alta performance, para entregar ao seu cliente (o viajante) e comunidades em que está inserida, resultados que influenciem diretamente no bem-estar. É como a apresentação de uma orquestra: sem sinergia, o grupo desafina e desagrada a plateia. 

  

 

Na via certa deste propósito, os colaboradores da CART cumprem a missão nobre de salvar vidas no trânsito. É por meio das obras de melhorias diárias nas rodovias, do monitoramento incessante, da informação ao viajante pelos canais de atendimento, da pronta-resposta ao usuário sempre que necessita e da alta competência dos resgatistas que a Concessionária supera a meta da ONU na década de redução de acidentes, com um índice acima dos 80% na redução de ocorrências com gravidade. 

  

Os números têm a sua relevância, mas a obstinação dos colaboradores na linha de frente é preservar cada vida no dia a dia desta operação rodoviária. Recentemente, esta tenacidade foi comprovada quando três concessões rodoviárias, CART, Eixo SP e Entrevias, que juntas respondem por mais de 2 mil quilômetros de eixo rodoviário no interior paulista, realizaram um dos mais robustos simulados de acidente rodoviário na história do programa de concessões do estado de São Paulo. A operação envolveu 436 pessoas e 45 veículos operacionais.  

  

Marcado pela união de colaboradores destas empresas, o comprometimento neste exercício dá a dimensão do preparo das equipes para atuarem em uma condição real, em que cada segundo é crucial para reduzir riscos. 

  

Soma-se a esta missão de salvar vidas, uma nova fase da CART, o da implementação na sua gestão de processos o “ESG” que foca na eficiência da governança corporativa e na responsabilidade social e ambiental. Iniciamos também o Programa de Excelência Operacional, que tem como objetivo obter qualidade e produtividade dos nossos processos e projetos.

 

Todo este conjunto de iniciativas, desde a qualificação de um colaborador, à preservação do meio ambiente pelo programa de redução de acidentes de fauna, até as ações sociais nos municípios como o CART Pela Vida, programa de educação no trânsito, busca a garantia de que cada viajante do Corredor CART siga em segurança.  

  

Se o mês de maio foi dedicado a um olhar mais atento para o trânsito, que mobiliza entidades sociais, instituições privadas e órgãos públicos, para nós este é um período de reafirmar o compromisso com uma prática diária de gestão do tráfego em um corredor de dinâmica tão complexa e diversificada como o eixo rodoviário administrado pela CART.

 

Em 13 anos de história, uma nova realidade é nítida a quem conhece o histórico de um caminho, de Bauru até a divisa com o Mato Grosso do Sul, que na melhoria constante de serviços e da infraestrutura, oferece uma experiência cada vez melhor nas viagens. Afinal, “Juntos Salvamos Vidas”

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
A Voz dos Transportes
A Voz dos Transportes
Sobre Coluna dedicada a divulgar as ações das associações, entidades e sindicatos relacionados ao Transporte.
Enquete