Quarta, 17 de Agosto de 2022
Startup e Inovação Integrações

Integração dos processos logísticos: por que isso é tão importante?

Em tempos de e-commerce em alta, empresas que investem em tecnologia evitam fraudes, retrabalho, perdas, sonegação, extravios. Resultado: economia para todos os envolvidos no processo

20/06/2022 às 09h46 Atualizada em 20/06/2022 às 09h55
Por: Redação Fonte: Gestran
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A expressão “eficiência no setor de transportes” vem ganhando uma força sem precedentes após os milhões de novos consumidores e lojas virtuais que surgiram durante a pandemia da Covid-19. Segundo uma pesquisa recente da Nielsen Ebit, o faturamento do e-commerce deu um salto de 27% e saiu da casa de R$ 143,6 bilhões, em 2020, para R$ 182,7 bilhões, em 2021. Neste ritmo, as vendas pela internet vêm mantendo o alto patamar no corrente ano.

 

Entretanto, as empresas de transportes enfrentam desafios que comprometem a sua efetividade logística, como: a falta de segurança no transporte e de infraestrutura, a armazenagem, a ausência de profissionais capacitados, a elevação dos custos da operação, principalmente no que tange ao aumento forte do diesel e de outros subprodutos do petróleo, como asfalto, pneus e lubrificantes, e a dependência do setor rodoviário.

 

Segundo Paulo Raymundi, CEO da Gestran, outro obstáculo importante a ser superado é melhorar a relação entre transportador (responsável pelo transporte da carga, ou seja, empresas ou autônomos que têm transporte a oferecer) e embarcador (empresa que necessita do deslocamento do produto entre dois pontos da cadeia de suprimentos). “A solução para a maioria dos problemas está numa melhor comunicação. Buscar o compartilhamento de informações pode ser a saída para reduzir custos e baratear o preço dos fretes. Neste momento a tecnologia se caracteriza como peça fundamental, auxiliando para chegar a resultados positivos, apesar das adversidades”, explica.

 

 

Para ele, a melhora passa pela implementação de inteligência nos processos logísticos em uma empresa, que pode ser feita por meio da integração de sistemas e acompanhamento desde a fabricação do produto até a sua entrega ao cliente. “Trata-se da logística 4.0, capaz de responsabilizar-se pelo fluxo eficaz da distribuição, transporte, verificação e armazenamento dos inúmeros materiais que circulam pelas empresas, dando conta até mesmo da baixa de estoque e pedido de forma automática na etapa de produção até a entrega, que pode também contar com tecnologia de roteirização, por exemplo, para maior eficiência nas entregas”.

 

A importância de uma boa gestão interna para a integração

 

Raymundi explica que para estabelecer esta conexão é importante que a casa esteja em ordem, com um bom gerenciamento dos serviços internos. “Os sistemas de gestão que existem hoje no mercado permitem o tratamento adequado do grande volume de dados produzidos nas empresas de transportes. Eles também cruzam dados e entregam informações mais confiáveis e rápidas, que contribuem com a transparência e a segurança para a tomada de decisões”.

 

Além disso, essas ferramentas contribuem para manter as contas equilibradas diante de uma série de custos, e, em ordem, os pagamentos de tributos e o envio de declarações acessórias, evitando multas e dores de cabeça com o fisco. “Em um processo que envolve a liberação de cargas, é preciso ter controle de um ecossistema complexo, que parte de dentro – da organização interna da empresa”.

 

Evento

 

O tema “A relação embarcador x transportador no cenário atual: gestão e tecnologia” foi debate entre os CEOs da Gestran, Paulo Raymundi, e da Fretefy, Gilmar Pértile, que aconteceu no dia 24 de maio. Para assistir, basta acessar o link: (231) A relação embarcador x transportador no cenário atual: gestão e tecnologia – YouTube.

 

“Acelerar é preciso”, finaliza Paulo, “e ganhará o mercado quem for mais rápido, no modo ‘pediu-chegou’. Mas, sem uma boa gestão proativa e em tempo real, apoiada na tecnologia, o impacto negativo é inevitável”.

 

Saiba mais

 

A Gestran, fundada em 1997 na cidade de Curitiba-PR, é referência no mercado nacional, com mais de 400 empresas atendidas e 6 mil usuários cadastrados no sistema on-premise. Sempre atenta ao surgimento de novas necessidades nas áreas de transportes, em todos esses anos evoluiu para atender às demandas e suprir todas as carências do mercado, em constante evolução.

 

Hoje, com as soluções da Gestran, as quais focam na maior participação da tecnologia na execução dos processos, as empresas abandonam todas as atividades manuais, as planilhas isoladas e a falta de informações, melhorando a qualidade dos dados que chegam em cada setor especificamente e fazendo com que tudo flua com mais precisão, economia e produtividade.

 

SERVIÇO

 

O site está reformulado, com novo design, mais informações e fácil navegação. Acesse, https://gestran.com.br/

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários