Segunda, 08 de Agosto de 2022
Artigos Dicas

Eixo SP dá dicas para viagem segura nas férias escolares

Antes de colocar o carro na estrada, verifique as condições do veículo, organize corretamente a bagagem e dirija com cuidado

01/07/2022 às 12h17
Por: Redação Fonte: Eixo SP
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Julho é mês de férias escolares. Com os filhos em casa, muitas famílias aproveitam para viajar. E para que o passeio tenha apenas momentos agradáveis, de descanso e de relaxamento, é preciso tomar alguns cuidados antes e durante a viagem.

 

Uma cuidadosa revisão do veículo, por exemplo, é fundamental para garantir a tranquilidade de todos. Some-se a isso uma condução segura, sem ultrapassagens arriscadas e dentro do limite máximo permitido de velocidade, e as chances de uma viagem sem surpresas indesejadas aumentam bastante.

 

Entre os itens que devem ser observados antes de colocar o veículo na estrada, de acordo com o gerente de Operações da Eixo SP, Paulo Balbino, estão o sistema de freios, iluminação, arrefecimento, motorização, ventilação, desgaste dos pneus, alinhamento e balanceamento. Ele cita também a necessidade de conferir a disponibilidade de outros recursos igualmente importantes, como triângulo, macaco e chave de roda.

 

 

“Para reduzir o risco de acidentes e colaborar para um trânsito seguro neste período de férias, é necessário que a população adote a cultura de prevenção e segurança no trânsito. Apesar da falha humana ser o principal causador de acidentes, a falha mecânica também acarreta muitas ocorrências”, afirma.

 

Com os detalhes mecânicos e elétricos em ordem, o foco se volta para os cuidados na condução do veículo. Neste caso, a ordem é nada de distração enquanto dirige. Isso significa que o telefone celular deve ser “esquecido” pelo motorista. Caso haja necessidade de acessar alguma informação, a orientação é parar em local seguro. Crianças fora da cadeirinha e pets soltos dentro do veículo também são proibidos, seja pela segurança deles ou para evitar desviar a atenção de quem está ao volante.

 

Nada de ficar colado no veículo da frente. Para segurança de todos, mantenha distância segura. Caso seja preciso frear ou desviar, o motorista terá tempo para isso. Realizar ultrapassagens apenas em locais permitidos e com boa visibilidade e trafegar dentro do limite permitido de velocidade também são atitudes esperadas dos condutores que não querem colocar em risco a vida de toda família. E, é claro, jamais ingerir bebida alcoólica se for dirigir.

 

Descanso

 

Se a viagem for longa, a recomendação, segundo Paulo Balbino, é fazer paradas para descanso. Ao longo dos 1.221 quilômetros de rodovias administradas pela Eixo SP, existem 32 bases de SAU (Serviço de Atendimento ao Usuário) com sanitários, água e acesso à internet, além de equipe de apoio para informações, oferecidas pela concessionária aos seus usuários.

 

Para auxiliar os motoristas com informações a respeito das condições do tráfego, a Eixo SP usa os painéis de mensagens eletrônicas (PMV’s) instalados em todo o trecho. Caso ocorra algum problema com o veículo ou acidente, a Concessionária coloca à disposição dos seus usuários serviços de apoio e equipes de resgate para atendimento pré-hospitalar. Esses serviços podem ser acionados pelo telefone 0800 170 8998.

 

Bagagens

 

Como as viagens de férias escolares geralmente se estendem um pouco mais do que as viagens nos feriados prolongados e também por ser em um mês com temperaturas mais baixas, a bagagem costuma ser mais volumosa, ocupando mais espaço no veículo.

 

Para que o excesso de malas e a má distribuição não configurem infração de trânsito nem causem acidentes, o gerente de Operações da Eixo SP, Paulo Balbino, orienta que as malas sejam transportadas no bagageiro e que elas não ultrapassem a altura do banco de trás do veículo para não prejudicar a visibilidade. “Jamais tire o tampão ou remova a cobertura retrátil do porta-malas para aumentar a sua capacidade ou transportar objetos mais longos”, aconselha.

 

Segundo Balbino, retirar o tampão representa sério risco à segurança dos ocupantes do veículo, assim como transportar malas no banco traseiro. “Isso é um perigo, visto que, no caso de um acidente ou de uma freada mais brusca, as malas e bolsas são arremessadas por inércia, multiplicando o seu peso. Portanto, o lugar correto para transportar as bagagens é no porta-malas do carro com o tampão”, afirma.

 

Para os veículos que possuem o dispositivo que permite o transporte da bagagem na parte superior, a recomendação é acomodar volumes até 50 centímetros de altura para não prejudicar a estabilidade e prendê-los de forma que não consigam se soltar e, assim, evitar possíveis acidentes.

 

O peso transportado é outro item que merece a atenção. De acordo com Balbino, todos os veículos possuem em seu manual a indicação de carga máxima que ele pode transportar. “Portanto, para saber como organizar o porta-malas, verifique essa informação. Ultrapassar esse limite representa um risco para os ocupantes, além de promover um desgaste prematuro de alguns sistemas, principalmente nos freios e na suspensão”, avisa.

 

Bicicletas

 

O transporte de bicicletas é permitido, desde que não ultrapasse as dimensões determinadas e que seja utilizado equipamento adequado para sua fixação ao veículo.

 

De acordo com resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), o transporte da mesma não pode colocar em perigo as pessoas nem causar danos a propriedades públicas ou privadas e, em especial, que não se arraste pela via. A bicicleta não pode atrapalhar a visibilidade do motorista nem comprometer a estabilidade do veículo ou esconder as luzes, como as de freio, indicadores de direção ou os dispositivos refletores. Ela também não pode exceder a largura máxima do veículo.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários