Terça, 16 de Agosto de 2022
Curiosidades Movimento

Férias de julho devem movimentar viagens de ônibus pelo Brasil

Empresas de ônibus rodoviário projetam um crescimento de 12% no mês de julho em comparação a junho

05/07/2022 às 10h53
Por: Redação Fonte: kubix estratégia & comunicação
Compartilhe:
Foto: Reprodução Internet
Foto: Reprodução Internet

O avanço da vacinação e o fim das restrições da pandemia do coronavírus no Brasil provocaram nos brasileiros o desejo de retomar as viagens interrompidas durante dois anos. E, em virtude do aumento das passagens aéreas e das constantes altas nos preços dos combustíveis, inviabilizando viagens de carro, muitas pessoas devem migrar para os ônibus na hora de viajar nas férias de julho.

 

Segundo a Abrati, Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros, as empresas de transporte rodoviário regular de passageiros esperam aumento de 12% no movimento de passageiros em comparação a junho, que foi o mês mais positivo para o setor por conta do feriado e das festas juninas.

 

 

A boa notícia para os turistas é que as viagens de ônibus não perdem em nada para o avião. Os motoristas são treinados para dirigir de maneira segura, respeitando as regras de trânsito e de biossegurança, e os veículos estão cada vez mais modernos. Há investimentos em frotas cada vez mais confortáveis com o intuito de oferecer uma experiência de primeira classe aos passageiros.

 

Outro destaque é para a ampliação de serviços exclusivos e programas de fidelidade aos passageiros. Entre eles estão os clubes de benefícios, que oferecem desde pontos para obtenção de passagens até a troca de pontuação por produtos de grandes redes varejistas, os pacotes de hospedagem, as parcerias com restaurante, as experiências locais de turismo, e os descontos de até 70% nas passagens adquiridas antecipadamente, mesmo em período de alta estação.

 

“O objetivo é atrair cada vez mais passageiros, inclusive aqueles do setor aéreo, e elevar ainda mais o padrão do transporte rodoviário, agregando comodidades capazes de minimizar o tempo das viagens tornando-as mais agradáveis e produtivas”, desta Letícia Pineschi, porta-voz da Abrati.

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários