Terça, 16 de Agosto de 2022
Artigos Fique Ligado

Um guia prático para falar sobre acessórios para caminhões

Muitos profissionais não têm informação sobre qual deles é proibido e nós queremos ajudar!

20/07/2022 às 10h20
Por: Redação Fonte: Redação
Compartilhe:
Foto: Reprodução Internet
Foto: Reprodução Internet

Estamos aqui hoje com mais um assunto sobre o universo das estradas!

 

Você sabe quais acessórios são essenciais para o seu caminhão? Há também aqueles que são proibidos, você sabia disso?

 

Pensando nisso, o portal On Truck trouxe este artigo para você saber mais sobre o assunto!

 

 

Ficou curioso? Então, bora lá saber mais?

 

Aqui você encontra:

 

TÓPICO 1 - 10 principais acessórios para caminhão

 

Você não pode ficar sem esses aparatos em seu pesadão, então, confira abaixo!

 

1. Extintor de incêndio

 

De acordo com a Resolução 556/2015 do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), os caminhões estão entre os veículos para os quais a presença do extintor de incêndio é obrigatória. Este deve conter carga de pó ABC.

 

Se houver incêndio no caminhão a situação tem grandes chances de tornar-se fatal. Além de causar danos materiais ao caminhão e à carga transportada, o motorista e pessoas próximas podem se machucar gravemente ou ir a óbito por conta do acidente.

 

Para evitar isso, os agentes de trânsito estão autorizados a verificar as condições do extintor em seu caminhão, qual é o nível do indicador de pressão, se o lacre não foi violado, qual é a validade do extintor, o local em que ele fica guardado dentro do veículo e quaisquer outros pontos relevantes para a manutenção de sua eficiência.

 

2. Tapa-sol

 

O tapa-sol diminui a incidência dos raios solares diretamente na sua cabine e, também, evita que a luz do sol atrapalhe sua visibilidade, sendo importante para a sua segurança.

 

Além disso, os vidros laterais também podem receber cortinas para bloquear os raios solares. Fáceis de instalar, essas cortinas mantém a cabine no escuro mesmo durante o dia.

 

3. Câmeras de segurança

 

As câmeras de segurança trazem uma segurança maior para o motorista profissional, mesmo que sejam monitoradas pelas empresas transportadoras. Dessa forma, é colocado uma barreira a mais, impedindo a ação de bandidos, por exemplo.

 

4. Ventilador portátil

 

Se você não tem um ventilador portátil/pequeno na sua cabine, não sabe o que está perdendo! O aparelhinho virá muito a calhar nos dias mais quentes e abafados, especialmente se você estiver acompanhado de alguém no banco do passageiro.

 

5. Carregador solar

 

Deixar o carregador de celulares durante uma viagem é um completo desespero, não é verdade?

 

Um conselho que nós podemos te dar é investir em carregador solar. Por depender totalmente do sol para ganhar energia, o carregador trará mais economia e praticidade para o seu dia a dia na estrada.

 

Há diversos modelos disponíveis no mercado, indo dos mais simples até os mais elaborados. Alguns conseguem dar 100% de carregamento a um aparelho depois de somente 2 horas de sol.

 

6. Suporte para celular

 

É estritamente proibido utilizar e/ou manusear qualquer aparelho eletrônico enquanto você dirige. Aí que vem a dica de você adquirir um suporte para o seu aparelho.

 

Com ele, você poderá “apoiar” seu aparelho na cabine, de onde consegue manuseá-lo sempre que for necessário. Além disso, a verificação do mapa escolhido pelo GPS também será facilitada!

 

7. Macaco hidráulico

 

Como estamos falando de itens para a segurança e conforto do motorista, não poderíamos deixar este item de fora da lista. Esse equipamento é ideal para a movimentação de grandes cargas.

 

8. Minigeladeira com aquecedor

 

O modelo com aquecedor tem tanto a função de esfriar quanto a de esquentar.

 

Assim, além de manter água e sucos geladinhos, por exemplo, você poderá utilizar o aparelho para esquentar suas marmitas. Para otimizar o espaço, há até mesmo modelos desenhados para serem encaixados embaixo de uma cama extensível, por exemplo.

 

9. Colchão

 

Hoje em dia, é possível encontrar colchões fabricados especialmente para caminhoneiros. Eles têm as dimensões ideais para serem encaixados na cabine, garantindo seu conforto nos momentos de descanso. Há diversos modelos, incluindo camas extensíveis — você certamente encontrará aquele que é ideal para seu caminhão!

 

10. Chave de fenda e chave de roda

 

A chave de fenda e a chave de roda são duas ferramentas que serão grandes aliadas em diversos momentos ao longo da sua vida de caminhoneiro. Com elas, você mesmo poderá efetuar manutenções simples ou, pelo menos, verificar o que houve para saber informar ao mecânico o que há de errado com o veículo.

 

TÓPICO 2 - 6 acessórios proibidos para caminhão

 

Veja abaixo quais são os acessórios proibidos e não os instale em seu caminhão, hein! Caso seu veículo já esteja equipado, procure retirá-los para evitar problemas com a lei.

 

1. Faróis de xenon ou LED não originais

 

Os únicos veículos autorizados a circular com esse tipo de farol são os que já vêm de fábrica. O motivo é simples. Essas lâmpadas têm um poder de iluminação muito maior do que as de filamento. Por isso, o caminhão precisa ser devidamente projetado para receber tais faróis de maneira que sua luz não ofusque os demais motoristas nas estradas.

 

Esse é um acessório proibido para caminhões e veículos em geral. É o que diz a Resolução nº 384/2011 do Contran e o Art. 230 do Código de Trânsito Brasileiro.

 

2. Luzes especiais

 

A Resolução nº 667/2017 do Contran determinou claramente todas as regras que devem ser seguidas para o sistema de iluminação de qualquer veículo, incluindo os caminhões. Seu objetivo é padronizar as cores e a localização das luzes veiculares. Isso é para evitar acidentes, seja por ofuscamento, seja por confusão na hora de interpretar o sinal luminoso por outro motorista.

 

3. Películas para vidro mais escuras que o permitido

 

As películas nos vidros do caminhão podem proporcionar mais conforto térmico e privacidade, sendo um acessório interessante e muito procurado pelos motoristas. Porém, existe uma determinação do percentual mínimo de transparência que o conjunto vidro e película deve ter. Caso seja mais escuro que o permitido, pode prejudicar a visibilidade do condutor, principalmente durante a noite.

 

Para completar, as películas com menos transparência que o permitido podem atrapalhar a visualização do interior do caminhão. Isso tem o lado positivo relativo à privacidade, mas também o negativo, quanto à dificuldade em uma abordagem policial. Caso esteja sendo assaltado, por exemplo, dificilmente alguém de fora do caminhão conseguirá ver o que se passa dentro da boleia.

 

Dessa forma, é importante saber que, segundo a Resolução nº 254/2007 do Contran, a transparência mínima a ser respeitada é de 75% no para-brisa e de 70% nas portas. Mais escuro que isso, você será multado. 

 

Por fim, as únicas películas permitidas são as fumês. As metalizadas ou refletivas são proibidas, independentemente do grau de transparência. O mesmo vale para os adesivos de grandes proporções, que afetem a visibilidade.

 

4. Painéis luminosos

 

Outro acessório proibido para caminhão muito procurado é o painel luminoso, que costuma ser instalado na dianteira do veículo. O motivo para a proibição está na possibilidade de distração dos demais motoristas ao tentarem ler a mensagem colocada no painel.

 

Essa restrição é para qualquer veículo, exceto para os de transporte coletivo de passageiros. Ainda assim, as mensagens devem ser apenas para informar os usuários quanto ao serviço prestado. É o que diz a Resolução nº 254 do Contran após ser alterada pela Resolução nº 580/2016.

 

5. Capas para parafusos pontiagudas

 

Também conhecidas como capas de parafuso americanas ou estilo spike, esse acessório é proibido pelo art. 2° da Resolução nº 426/2012 do Contran. Segundo essa norma, são proibidos elementos de fixação de rodas e seus enfeites que sejam protuberantes ou cortantes.

 

A razão para a restrição está no risco de aumentar os ferimentos de pessoas em casos de acidentes. Portanto, se tiver essas capas de porca em suas rodas, saiba que terá problemas com a fiscalização.

 

6. Molas traseiras arqueadas ou com calço

 

Essa é mais uma das alterações feitas por diversos caminhoneiros e que é proibida. Ao colocar molas arqueadas ou calços adicionais, a traseira do caminhão é levantada. Apesar de muitos motoristas acharem interessante o efeito estético dessa alteração, ela gera diversos problemas.

 

Para começar, isso provoca uma sobrecarga sobre os eixos dianteiros devido à inclinação excessiva do chassi. Depois, dificulta as operações de carga e descarga, principalmente ao utilizar empilhadeiras. Por fim, a traseira alta pode resultar em graves consequências em colisões traseiras. Dessa forma, essa alteração é proibida por meio da Resolução nº 479/2014 do Contran.

 

Essa norma também trata de outras alterações nas suspensões. No caso da suspensão dianteira, por exemplo, qualquer modificação é proibida em veículos com mais de 3,5 mil kg.

 

TÓPICO 3 - 4 melhores e mais importantes acessórios para caminhões

 

1- Segurança: Primeiramente, a escolha de bons acessórios para caminhão está ligada à segurança, afinal peças sem procedência ou de má qualidade podem prejudicar a mecânica do caminhão e ocasionar acidentes. O caminhão que trafega com peças desgastadas ou ruins pode causar danos não só a si, mas também a outras pessoas.

 

2- Garantia de qualidade: Outro fator a ser observado é a garantia de qualidade do produto. Estar com o caminhão parado significa prejuízo, por isso é muito importante que os problemas que aparecem sejam resolvidos de uma única vez, sem a necessidade de segundas ou terceiras intervenções. Em casos em que as peças são de má procedência, as intervenções podem até não ser seguidas, porém precisarão ser mais frequentes.

 

3- Confiança: É importante destacar também a importância do profissional que executa o serviço de manutenção. Profissionais que entendem do assunto tendem a indicar peças de qualidade para somar ao serviço prestado ao cliente, pois entende que se o serviço for executado com bons acessórios o cliente terá confiança e voltará sempre.

 

4- Economia: Outro ponto importante é a economia gerada quando se investe em bons acessórios para caminhão. As peças mais baratas, mas de procedência e qualidade duvidosa, podem gerar um custo muito maior do que o que foi inicialmente orçado, já que será necessário investir novamente na resolução do problema, podendo ficar mais caro do que a primeira intervenção.

 

Portanto, ao fazer a manutenção de seu veículo pesado, lembre-se destes fatores e fique atento às peças que serão utilizadas.

 

Outros fatores importantes para acessórios de caminhões, veja!

 

TÓPICO 4 - 7 principais equipamentos antifurto

 

Esses itens também são essenciais para garantir uma melhor viagem e eficiência do seu trabalho! 

 

1- Trava de volante e pedal: com um investimento médio de R$ 50, é o ideal se você não pode gastar muito. O uso da trava impede que o acelerador e o volante funcionem, inibindo a investida de ladrões.

 

2- Câmera de ré: usada só em veículos mais novos, hoje é possível instalar em  qualquer veículo. Você vai fazer manobras facilmente, ver quem está atrás e estacionar em vagas apertadas sem dar nenhuma batidinha em outro veículo.

 

3- Brake light: instalado no vidro traseiro, é um sinal a mais, além das lanternas traseiras, para indicar que você está freando. Isso evita colisões e aumenta a atenção dos motoristas que estão atrás de você.

 

4- Alarme: alguns tipos têm sistema sonoro antifurto, cortam o combustível.

 

5- Bloqueadores: custam em média R$ 1 mil, com uma mensalidade de aproximadamente R$ 40. Bloqueiam a bomba de combustível ou a ignição e se alguém tentar roubar seu carro, um alarme dispara dizendo que seu veículo está sendo roubado. O equipamento é básico, mas ajuda a diminuir o risco de furto.

 

6- Localizadores e rastreadores: os localizadores informam o local onde está o carro roubado no momento em que você avisa a central de monitoramento. Já os rastreadores são mais avançados, pois indicam o local em que o veículo está, mesmo que o motorista não tenha acionado a central. Também dá para saber o trajeto feito através de rastreamento por uma antena de GPS. O custo varia de R$ 6 mil a R$ 10 mil.

 

7- Trava elétrica: outro acessório simples que dá desconto no seguro de carro. Trava todas as portas e mantém o automóvel fechado, para sua tranquilidade.

 

TÓPICO 5 - Rastreadores de caminhões

 

  • Rastreador de caminhão e a comunicação com a central de monitoramento

 

Essa comunicação acontece de três formas principais:

 

1- Rede de telefonia (GSM/GPRS): essa é a comunicação mais comum. O rastreador tem um chip de telefonia que se comunica com antenas de telefonia e, por meio disso, são enviadas as informações para a central de monitoramento.

 

2- Radiofrequência: essa não é tão comum no mercado. Ela consiste no envio das informações à central por meio das antenas de rádio, as mesmas utilizadas para determinar a posição do caminhão.

 

3- Satélite: o rastreador de fato satelital executa tanto a determinação da posição quanto a comunicação via satélite. Então, ele também utilizará os satélites da órbita para enviar os dados à central. Com isso há uma maior abrangência do serviço, entretanto com um custo superior.

 

Mas, afinal, para que serve o rastreador de caminhão?

 

Utilizar um sistema de rastreamento de caminhão é algo essencial em qualquer operação de logística, transporte e distribuição.

 

O primeiro grande benefício de um sistema de rastreamento é a transparência operacional. Você saberá tudo que está acontecendo com o seu veículo em tempo real.

 

Isso por sua vez te trará alguns outros benefícios como verificar desvios de rota, agir mais rapidamente em caso de problemas, tomar decisões mais assertivas e aumentar a segurança da operação.

 

Outro grande benefício do sistema de rastreamento é a sua capacidade de aumentar a eficiência da operação, você poderá saber como criar um trajeto mais rápido, acompanhar a quilometragem para controle de manutenções preventivas, combustível consumido, autonomia veicular.

 

Por fim, o rastreador poderá ser utilizado para fazer o acompanhamento da jornada do motorista, tempos de descanso, paradas, espera e verificar a coerência da operação com a Lei do Caminhoneiro.

 

  • Qual é o investimento para ter um rastreador de caminhão?

 

Isso vai depender de muitas coisas. A primeira delas é qual o desejo do interessado e o tipo de tecnologia que você acredita ser mais adequada para a sua operação.

 

O rastreador de caminhão via satélite, por exemplo, tem um valor mais alto do que o rastreador do caminhão via rede de telefonia, uma vez que ele não possui regiões de sombra (regiões sem comunicação e atualização da posição). Por outro lado, ele atualiza em taxas inferiores – em média 5 a 10 minutos – contra 30 segundos a 3 minutos do rastreador GSM/GPRS.

 

O cenário ideal então, é você definir quais são as suas necessidades, funcionalidades que você deseja agregar, taxas de atualização de posição, suporte técnico e operacional e selecionar o serviço.

 

Gostou do nosso conteúdo?

 

Então, compartilhe nos grupos de Zap e Facebook da rapaziada para mais pessoas saberem deste assunto!

 

Até a próxima!

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários