Terça, 20 de Outubro de 2020 23:26
61 99574-8903
Saúde & Bem-Estar Saúde

DER-DF reforça o combate à dengue com limpeza de paradas de ônibus

Remoção de entulho e limpeza dos abrigos tem como objetivo eliminar possíveis focos do mosquito Aedes aegypti.

11/03/2020 12h00
Por: Redação Fonte: DER DF
As equipes do DER-DF têm trabalhado intensamente em ações de combate à doença, principalmente na remoção de entulhos Foto: Divulgação / DER-DF
As equipes do DER-DF têm trabalhado intensamente em ações de combate à doença, principalmente na remoção de entulhos Foto: Divulgação / DER-DF

O Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER/DF) tem abraçado iniciativas que colaboram no combate à dengue. Uma delas, encampada pela Superintendência de Operações, é a limpeza de paradas de ônibus nas rodovias distritais.

Nesse campo de atuação contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, profissionais do DER/DF têm feito a limpeza nos arredores e nas paradas de ônibus em vias administradas pelo departamento. Os tetos dos abrigos de ônibus têm sido limpos e desentupidos, e os entulhos removidos, tudo para que não sobre qualquer possível foco transmissor da doença.

Vistorias

Cada um dos cinco distritos rodoviários do DER/DF está responsável pelas paradas de ônibus de cada região. O trabalho teve início na quinta-feira (5) e prossegue até que todas as paradas tenham sido vistoriadas. O serviço é feito com enxadas, vassouras e demais itens para a retirada dos materiais.

“A dengue é uma doença que está acometendo pessoas em todo o DF, então temos que ter participação de todos os órgãos e da Defesa civil para minimizar o mosquito”, alerta o superintendente de Operações do departamento, Murilo de Melo Santos. “Essa é uma ação integrada, em conjunto com as administrações regionais e a Secretaria de Saúde. É uma busca para minimizar esse problema que aflige todos nós.”

Ações integradas

Além da limpeza das paradas de ônibus, o DER/DF tem empreendido ações nos galpões e áreas internas, como depósitos de materiais e de placas. “Onde há equipamentos parados, basculantes e outros possíveis focos de dengue, nós temos trabalhado”, relata Murilo Santos. “É uma ação visual. Onde pode ter água parada, nós fazemos as intervenções. A Vigilância Ambiental fez aplicação de fumacê em alguns de nossos departamentos”.

A iniciativa do DER/DF tem sido seguida por parte das administrações regionais. A do Itapoã limpou todas as paradas de ônibus da cidade. Foram encontrados entulhos, folhas de árvore, pedaços de madeira, terra, garrafas e até roupas de cima dos abrigos. Tudo foi removido para permitir que o fluxo de água seja normalizado nas paradas e não haja acúmulo. Esse trabalho também teve início em Taguatinga.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.