Sábado, 31 de Outubro de 2020 11:04
61 99574-8903
Entretenimento ENTRETENIMENTO

Futebol europeu paralisado em meio à pandemia de coronavírus

O Arsenal havia divulgado que

14/03/2020 10h00
Por: Redação Fonte: Terra
Torcedores do lado de fora de estádio em Paris durante partida com portões fechados pela Liga dos Campeões Foto: DW / Deutsche Welle
Torcedores do lado de fora de estádio em Paris durante partida com portões fechados pela Liga dos Campeões Foto: DW / Deutsche Welle

Ligas de países como Itália, Inglaterra e França cancelam partidas até segunda ordem. Uefa também suspende torneios. Bundesliga adia jogos dos próximos dias, em sua primeira paralisação desde a Segunda Guerra Mundial.Em meio à pandemia de coronavírus, quase todas as ligas europeias decidiram suspender seus atuais torneios até segunda ordem. Nesta sexta-feira (13/03), a Bundesliga cancelou partidas programadas para os próximos dias, na primeira paralisação da liga alemã desde a Segunda Guerra Mundial.

O primeiro cancelamento na Alemanha atingiu o jogo entre o Werder Bremen e o Bayer Leverkusen, que deveria ocorrer com portões fechados na cidade de Bremen, sede do Werder, na próxima segunda-feira. A partida foi adiada devido a temores de que vários milhares de torcedores se reuníssem do lado de fora do estádio, explicou o prefeito Andreas Bovenschulte.

Mais tarde, a Liga Alemã de Futebol (DFL) anunciou o cancelamento das partidas marcadas para entre 13 e 15 de março, tanto da Bundesliga quanto da segunda divisão, que também ocorreriam sem público. O grupo recomenda ainda que os dois torneios sejam suspensos até 2 de abril, e informou que vai apresentar uma proposta aos clubes profissionais na próxima semana.

A União das Associações Europeias de Futebol (Uefa) decidiu adiar todas as competições da organização, incluindo os jogos da Liga dos Campeões e da Liga Europa marcados para a próxima semana. Os sorteios das quartas de final das duas principais competições de clubes da Europa, agendados para 20 de março, também foram suspensos.

Após uma reunião de emergência, a Premier League, da Inglaterra, reagiu aos testes positivos para coronavírus do técnico do Arsenal, Mikel Arteta, e do jogador Callum Hudson-Odoi, do Chelsea, cancelando os jogos até pelo menos 3 de abril.

"No dia de hoje, futebol e jogos de futebol não têm a mínima importância", escreveu o técnico do Liverpool, o alemão Jürgen Klopp, numa carta endereçada à torcida. No texto, o ex-treinador do Borussia Dortmund ressaltou que "o futebol não é imune ao vírus".

O Arsenal havia divulgado que "um número significativo de pessoas, incluindo toda a equipe e o conjunto de treinadores do primeiro time", respeitará as medidas de quarentena necessárias.

Após a suspensão dos jogos da Premier League, o Aston Villa impressionou pela solidariedade ao anunciar a doação a instituições de caridade de 850 refeições que haviam sido preparadas e embaladas para o jogo contra o Chelsea, antes marcado para sábado e depois cancelado.

Na França, todos os jogos da primeira e da segunda divisão foram adiados por tempo indeterminado, sob a justificativa de que o vírus precisa ser contido e as pessoas que correm maior risco precisam ser protegidas.

A partida entre o Olympique de Lyon e o Stade Reims marcada para esta sexta-feira foi adiada. No início desta semana, a liga de futebol profissional da França havia divulgado que todos os jogos seriam realizados com portões fechados.

Na Itália, segundo país com maior número de casos de coronavírus no mundo, com mais de 15 mil infecções, a liga italiana decidiu cancelar todas as partidas até 3 de abril, em todo o país.

O clube Juventus de Turim decidiu colocar 121 pessoas em quarentena depois que o teste do zagueiro Daniele Rugani, de 25 anos, deu positivo para o coronavírus. A medida afeta jogadores e o time técnico. Rugani afirmou pelo Twitter que está bem. Segundo o clube, ele não apresenta sintomas da doença pulmonar covid-19, causada pelo coronavírus.

Na Espanha, uma quarentena devido ao coronavírus afeta atualmente o Real Madrid, recordista campeão da Liga dos Campeões. Um plano de emergência foi adotado porque um jogador de basquete do clube foi infectado pelo Sars-Cov-2.

O clube inteiro foi fechado, e a direção recomendou quarentena para todos os funcionários que trabalham no centro de treinamento Ciudad Real Madrid. La Liga também anunciou que cancelou todas as partidas das duas principais divisões até abril - no mínimo.

Futebol na América do Sul

Na América do Sul, vários países já cancelaram partidas de futebol ou decidiram realizar jogos sem torcedores nos estádios nos últimos dias.

O Paraguai cancelou eventos com grande número de pessoas, assim como a Bolívia, e suspendeu jogos por pelo menos duas semanas. A Argentina realizará partidas com portões fechados, assim como o Chile e o Uruguai.

A Colômbia suspendeu os jogos programados para o fim de semana e também cancelou eventos com mais de 500 pessoas. No Equador, também se decidiu pela suspensão das partidas deste fim de semana. A Venezuela também cancelou a próxima rodada.

O Brasil, por sua vez, manteve a maioria dos campeonatos por enquanto. A Federação Paulista de Futebol (FPF) decidiu que os jogos do Campeonato Paulista realizados na capital terão portões fechados, informou o jornal Folha de S. Paulo, mas as partidas serão mantidas.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) também vem mantendo todas as datas de torneios como a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.