Quarta, 28 de Outubro de 2020 14:47
61 99574-8903
Geral Saúde

Governo Federal e MPF elaboram termo de cooperação para evitar judicialização excessiva nos transportes

Objetivo é facilitar a comunicação com procuradores e promotores sobre temas relacionados ao setor de infraestrutura

27/03/2020 13h00
Por: Redação Fonte: Ministério da Infraestrutura
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O ministro da infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, se reuniu, nesta quinta-feira (26), por videoconferência, com o procurador-geral da república, Augusto Aras, para estabelecer um termo de cooperação entre procuradores e promotores federais e estaduais que garanta a articulação necessária para evitar interrupções no fluxo logístico e no abastecimento do Brasil durante o enfrentamento do Coronavírus (Covid-19). O Conselho Nacional de Secretários de Transportes (Consetrans) e o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) também integrarão o Acordo.

O objetivo da medida é definir canais de comunicação entre autoridades locais, como procuradores e promotores federais e estaduais, para que sejam pontos focais sobre dúvidas relacionadas ao setor de infraestrutura e evitem judicializações, privilegiando a solução de eventuais conflitos de forma articulada.

O esforço entre Governo e MPF é fundamental para garantir o livre fluxo do transporte de cargas e garantir o abastecimento do país. “Agradeço muito a disposição do Ministério Público Federal (MPF) para esse alinhamento. Precisamos oferecer essa contribuição à sociedade e unir todos esses órgãos”, afirmou o ministro.

Entre as medidas que poderão servir de auxílio nessa rede está a comunicação direnta entre os órgãos e o Ministério, com foco na priorização do transporte de cargas alimentícias, medicamentos, materiais de sanitização, entre outras, levadas por meio de rodovias, ferrovias, portos e aeroportos em todo o país.

A luta contra o COVID-19 (Coronavírus) é uma luta de todos nós. Não deixe que o vírus ganhe essa batalha. Faça a sua parte. Informe-se em https://coranavirus.saude.gov.br/ e veja como colaborar em https://www.gov.br/pt-br/todosportodos

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.