Terça, 20 de Outubro de 2020 23:06
61 99574-8903
Segurança SEGURANÇA

Recorde no Ceará: R$ 7 milhões são retirados do crime organizado pela PRF, após apreensões de cigarro

Mais de 1,1 milhão de carteiras de cigarro contrabandeadas foram apreendidas em duas ocorrências encadeadas; assista

27/04/2020 13h23
Por: Redação Fonte: Agência PRF
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu durante o último final de semana, entre os dias 25 e 26, cerca de 117 mil pacotes de cigarro de origem ilegal. No sábado (25), um caminhão com 40 mil pacotes foi apreendido, em Croatá (CE), e informações levantadas pelos policiais levaram, no domingo (26), à apreensão de mais 77,4 mil pacotes em um depósito ilegal, em Caucaia (CE). O contrabando de cigarros é uma das grandes fontes de renda do crime organizado.

Por volta das 15h30 de sábado, no quilômetro 60 da BR-222, em Croatá, agentes da PRF abordaram o condutor de um caminhão VW 24.250. O homem de 40 anos demonstrou intenso nervosismo, o que levou os policiais a fiscalizarem a carga no baú do veículo. Dentro do compartimento de carga, foram encontradas várias caixas contendo cigarros que não haviam tido o apropriado desembaraço aduaneiro. Contabilizou-se um total de 400 mil carteiras de cigarro, cerca de R$ 2,4 milhões em mercadoria ilegal.

O motorista do caminhão foi detido e a ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Federal, em Fortaleza (CE). Após levantamento, os agentes obtiveram a informação de que outra parte do material estaria guardada em um depósito clandestino, na cidade de Caucaia.

Na manhã de ontem, às 9h00, equipes da PRF foram até o local do suposto depósito, no quilômetro 1 da CE-090. Dois homens, de 36 e 41 anos, protegiam a entrada do galpão. Eles foram detidos pelos policiais que, logo em seguida, entraram no depósito e encontraram 77.450 pacotes de cigarro, um total de 774.500 carteiras. A mercadoria apreendida no depósito é avaliada em R$ 4,6 milhões.

Os dois homens detidos foram levados, junto com a carga e um outro caminhão usado pelo grupo, à Polícia Federal em Fortaleza.

Esta é a maior apreensão de cigarros da PRF no Ceará, desde o início da série histórica, e a segunda maior do Brasil feita pela instituição em 2020.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.