Sexta, 04 de Dezembro de 2020 22:53
61 99574-8903
Política & Economia Política

Câmara retira servidores da educação de proposta de congelamento de salários; Senado analisa hoje

A Câmara dos Deputados retirou os servidores da educação da regra que congela salários na pandemia

06/05/2020 14h50
Por: Redação Fonte: EBC
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Câmara dos Deputados retirou os servidores da educação da regra que congela salários na pandemia.

O congelamento dos salários por 18 meses foi a contrapartida incluída pelos senadores no projeto de auxílio financeiro aos estados, Distrito Federal e municípios.

Como foi alterado na Câmara, o tema volta para nova análise do Senado.Já estavam de fora do congelamento de salários os servidores da saúde e da segurança.

O destaque que retirou também os professores foi apresentado pelo Partido dos Trabalhadores. 

A deputada Professora Dorinha, do Democratas do Tocantins, falando pela liderança do DEM, argumentou a favor da categoria.

Já o Solidariedade foi contra a exclusão dos professores da regra do congelamento de salários argumentando que isso atrasaria o repasse aos estados, como destacou o deputado de Pernambuco pela legenda, Augusto Coutinho

O destaque a favor dos profissionais da educação acabou aprovado por 287 votos contra 179.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, antecipou que a Casa deve retomar o texto anterior, anulando as mudanças aprovadas pela Câmara.

A sessão para discutir o projeto está marcada para esta quarta-feira. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.