Sexta, 30 de Outubro de 2020 13:46
61 99574-8903
Mercado Avanço

CNTA trabalha numa ferramenta para facilitar contratação do caminhoneiro autônomo

A plataforma visa diminuir a burocracia no processo de contratação

22/05/2020 13h09 Atualizada há 5 meses
Por: Redação Fonte: CNTA
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA) trabalha desde 2018, quando foi criado o piso mínimo do frete, na implantação de um projeto para viabilizar a contratação direta do caminhoneiro autônomo pelo embarcador. A proposta visa elaborar uma ferramenta  para simplificar, otimizar e dar segurança no processo de contratação e da prestação do serviço do motorista autônomo. O objetivo da plataforma também é  propiciar preços e condições melhores ao caminhoneiro autônomo, e eliminar a figura do atravessador nessa relação.

 

 

No período de dois anos, a CNTA identificou todas as dificuldades que inibem o embarcador de optar pelo caminhoneiro autônomo na contratação do frete, tais como: localização do TAC, segurança na execução do serviço, entraves burocráticos, tributários e financeiros, entre outros.

 

O projeto foi apresentado ao Ministério da Infraestrutura e demais órgãos do Governo Federal. O projeto destaca-se principalmente pela sua abrangência, utilidade, profundidade, conhecimento do tema e possibilidade concreta de sua implementação.

 

 

A CNTA destaca que tão logo se encerre o isolamento social decorrente da COVID-19, as tratativas com os órgãos governamentais envolvidos no projeto serão retomadas para que  para conclusão do projeto, quando então a CNTA promoverá um evento nacional para a apresentação do projeto à todas as entidades sindicais e caminhoneiros, inaugurando uma nova era para os TACs no transporte rodoviário de cargas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.