Sexta, 30 de Outubro de 2020 19:26
61 99574-8903
Mercado Mercado

Líderes do setor de transportes do Paraná se reúnem para a avaliar pandemia do coronavirus

O evento ocorreu no Sebrae de Curitiba

29/05/2020 20h00
Por: Redação Fonte: FETRANSPAR
Foto: FETRANSPAR
Foto: FETRANSPAR

Não podemos nos curvar frente à tempestade, vamos vencer com trabalho, profissionalismo e perseverança”, disse o  presidente da FETRANSPAR (Federação das Empresas de Transportes de Cargas do Estado do Paraná), Sérgio Malucelli, para o setor econômico paranaense durante live realizada pelo Sebrae e que ocorreu na sede de Curitiba.

 

O presidente da FETRANSPAR e do Sest Senat no Paraná, Coronel Sérgio Malucelli, participou do painel " Liíderes do Paraná" ao lado de lideranças do setor de transportes como Darlan Scalco (presidente da Associação dos Municípios do Paraná) e Vitor Tioqueta (Superintendente do Sebrae).

 

A discussão ocorreu em torno dos desafios da economia em meio a pandemia do novo coronavirus.

“Até aqui temos um cenário pouco mais confortável em relação à outras cidades brasileiras. O que não ameniza o drama vivido por quem foi infectado ou perdeu um ente querido, mas um cenário que hoje ajuda a proteger o cidadão paranaense de todas as cidades”, avaliou o presidente da AMP, Darlan Scalco, ao iniciar as discussões.

 

Durante a discussão, Coronel Malucelli destacou que o respeito a todos os profissionais e a valorização da opinião técnica de cada área ajuda o cenário a se desenrolar com mais clareza. “Acredito mesmo que líderes técnicos na área de saúde e na área econômica e política devem ser ouvidos. A junção da especialidade de um, forma esse corpo protetivo e forte para combater o vírus. A pandemia ainda vai perdurar pelos próximos meses do ano, e precisamos nos manter unidos para tomarmos decisões assertivas e com impacto positivo para a sociedade”, destacou.  

 

Malucelli salientou ainda que a FETRANSPAR e o Sest Senat no Paraná vêm atuando incansavelmente para que o transporte no Estado não pare e o trabalhador possa ter suporte para realizar suas atividades com segurança. “O melhor exemplo disso foi que, durante o isolamento social, também ocorreu a safra recorde do Paraná. A mesma finalizou sem problemas de logística e o agronegócio, inclusive, junto do setor de transporte de cargas e a logística do Porto ajudou a manter a economia do Paraná”, afirmou.

 

O líder do setor de transporte ressaltou ainda a força do empresariado paranaense neste momento. “Vejo que a maioria dos empresários – não só do setor de transporte de cargas – mas como em geral, deu pausa no tempo certo, respirou, se deu conta do problema e começou a agir tomando decisões assertivas. Então vejo essa união entre público e privado para se conseguir uma conscientização de todos os cidadãos e é por isso que o Paraná, até então, tem um fôlego melhor em meio a pandemia”, concluiu o presidente da FETRANSPAR.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.