Quarta, 28 de Outubro de 2020 13:24
61 99574-8903
Geral Transporte

Sinditac de São José dos Campos é contra a nova tabela de frete publicada pela ANTT

No último dia 27 de maio a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou o novo Piso Mínimo de Frete

05/06/2020 14h00
Por: Redação Fonte: SINDITAC
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Resolução 5.890/2020 reduziu os valores médios da tabela para o transporte rodoviário de cargas.

A atualização na Política Nacional de Pisos Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas (PNPM-TRC) se deve às constantes reduções no valor do diesel, o que provocou a queda dos Valores dos índices (CCD Deslocamento por km rodado). Entretanto, os índices CC (Carga e Descarga) não sofreram alterações. 

A redução dos valores da tabela de frete está prevista na Lei nº 13.703/2018, pois determina que sempre que ocorrer oscilação no preço do óleo diesel superior a 10% em relação ao preço considerado na planilha de cálculos, para mais ou para menos, uma nova resolução com valores atualizados dos pisos mínimos deverá ser publicada pela ANTT, considerando a variação no preço do combustível.

 

Segundo a Agência Nacional de Petróleo (ANP), houve variação de -10,08%. Isso foi levado em consideração pela ANTT para decidir quanto à redução dos valores médios da tabela para o transporte rodoviário de cargas, conforme disposto na Resolução 5.890/2020.

 

No entanto, para o presidente do Sinditac (Sindicato dos Transportadores Autônomos de Carga), Everaldo Bastos, os índices aferidos pela ANTT da variação - para menos, do preço do óleo Diesel, não refletem a redução real oferecida pelos postos de combustíveis. " A partir do resultado da pesquisa feita pela entidade iremos nos posicionar contrariamente a esta redução, como  está previsto nesta nova resolução", afirmou Everaldo.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.