Quinta, 29 de Outubro de 2020 07:28
61 99574-8903
Geral Infraestrutura

DNIT inicia trabalho de cravar as estacas da Ponte do Abunã, no lado de Rondônia

Conclusão do empreendimento está prevista para o fim de 2020

09/06/2020 14h53
Por: Redação Fonte: DNIT
Foto: DNIT
Foto: DNIT

As obras de construção da ponte sobre o Rio Madeira, em Abunã, distrito de Porto Velho (RO), seguem dentro do cronograma planejado. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) começou, nesta segunda-feira (08), o trabalho de cravar as estacas da complementação da estrutura, na margem do lado de Rondônia. A entrega do empreendimento e de suas ligações está previsto para o fim de 2020.

No total serão cravadas 145 estruturas metálicas que servirão de base para suportar as demais estruturas que serão construídas, principalmente, a fundação do elevado em concreto da ponte.

Com aproximadamente 460 metros, esse prolongamento da estrutura, além de um aterro de 1.400 metros, com até 10 metros de altura, foi a solução encontrada pelos técnicos da Autarquia para solucionar o problema do trecho de solo mole encontrado e que exige uma complexa solução de engenharia.

Importância - Uma das maiores e mais modernas obras de engenharia executadas na Amazônia, a ponte do Abunã é estratégica para a integração nacional e prioritária para o Ministério da Infraestrutura, pois vai conectar o Acre ao sistema rodoviário do país.

 

Na semana passada, o DNIT concluiu a aplicação de asfalto no acesso à ponte, localizado no lado do Estado do Acre.

A previsão é que mais de dois mil veículos cruzem a ponte, que possui 1,9 quilômetros de extensão, todos os dias. Desde a abertura da BR-364/RO, entre Rio Branco e Porto Velho, a travessia sobre o Rio Madeira é feita por balsas, sendo que o trajeto entre as margens do rio leva, em média, meia hora. Com a conclusão da ponte, será possível cruzar o Madeira em poucos minutos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.