Terça, 20 de Outubro de 2020 11:15
61 99574-8903
Geral Infraestrutura

Ministro da Infraestrutura e diretor-geral do DNIT visitam obras da BR-285/SC

Durante a manhã também foi assinado o contrato de concessão da BR-101/SC

07/07/2020 08h56
Por: Redação Fonte: DNIT
Foto: DNIT
Foto: DNIT

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), general Antônio Santos Filho, visitaram, nesta segunda-feira (6), as obras da BR-285/SC. As obras de implantação e pavimentação na rodovia contam com 80% dos serviços concluídos.

Nos oito quilômetros já pavimentados na Serra da Rocinha, estão sendo posicionadas as barreiras New Jersey, estruturas de concreto que visam garantir maior segurança aos usuários da rodovia federal.

Também avançam as atividades do projeto de contenção de encostas. Até o final de julho, também deve ser concluído o último viaduto em obras, de um total de quatro projetados para melhorar o raio das curvas mais sinuosas.

MELHORIAS - As obras na BR-285/SC permitem uma nova matriz de transporte de cargas para os portos litorâneos, ao mesmo tempo em que fomentam o grande potencial turístico da região. A rodovia federal possui uma extensão total de 744,30 km e faz a ligação entre Araranguá, em Santa Catarina, e São Borja no Rio Grande do Sul, na fronteira com a Argentina, onde se conecta com a Ruta Nacional 14 através da Ponte Internacional sobre o rio Uruguai. A rodovia é uma importante rota de escoamento da produção de arroz irrigado, fumo e milho na região. 

BR-101 - Ainda nesta segunda-feira, o ministro da Infraestrutura assinou o contrato de concessão da BR-101. O trecho concedido tem 220,4 km e contará com investimentos de R$ 7,4 bilhões. As equipes da Autarquia atuaram na duplicação da rodovia, agora entregue à concessão. 

“Quando entregamos uma concessão, estamos entregando serviços à sociedade. Todo o nosso trabalho é focado na excelência da prestação de serviços. Esses e outros investimentos serão a mola propulsora do desenvolvimento nacional”, declarou o ministro durante a cerimônia de assinatura.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.