Segunda, 26 de Outubro de 2020 07:31
61 99574-8903
Mulheres na Boleia Família

Caminhoneira Adriana Bello percorre as estradas do Brasil ao lado dos filhos

Mãe de dois filhos pequenos, a caminhoneira supera obstáculos e segue firme e forte na profissão

29/08/2020 06h00 Atualizada há 3 semanas
Por: Camila Pimentel
Caminhoneira Adriana Bello percorre as estradas do Brasil ao lado dos filhos

A paixão por caminhão sempre fez parte da vida da caminhoneira, Adriana Bello. Ela que é natural de Videira-SC e hoje mora em Itajaí-SC, falou que desde pequena já sabia que queria ser motorista de caminhão. " Minha vontade de ser caminhoneira é desde pequena, nessa época já trocava minhas bonecas por caminhão de brinquedo", disse.

 

Mas, o grande exemplo e incentivo do mundo dos motores na vida de Adriana veio do avô materno e dos tios caminhoneiros. Como a única filha mulher seguiu os passos na área administrativa, no entanto,  percebeu que o seu mundo era o do transporte até que em 2006 tornou-se caminhoneira.  " Desde então fui crescendo profissionalmente e seguindo a profissão", destacou

 

Ao relembrar o início da carreira Adriana afirmou, " iniciei fazendo rotas entre os estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul com categoria C, onde fui adquirindo conhecimentos e experiências. Após dois anos, alterei a CNH para a categoria E,  e comecei a dirigir carreta e a rodar nas regiões Norte e Nordeste", ressaltou a caminhoneira.

 

Sobre os desafios da profissão Adriana diz que a insegurança e o preconceito ainda fazem parte da rotina. Mas que se sente feliz em saber que hoje há um número alto de mulheres motoristas de caminhão.

 

Adriana é casada com o também caminhoneiro, Luciano Bello, e tem dois filhos. " Trabalhei muitos anos juntos com meu marido na região do Mato Grosso até que engravidei  do Igor hoje com 6 anos. E depois Deus nos presenteou com mais um filho, o Ian Luis, hoje com 2 anos".

 

Adriana, com seu espírito de guerreira, ressalta que divide o seu tempo entre a família e a profissão e que nunca parou, mesmo tendo que cuidar dos filhos pequenos.  Os filhos a acompanham nas viagens. "Como posso intercalar horários e descarga consigo levar eles nas viagens comigo", 

 

Corajosa, esforçada  e dedicada, Adriana garante que é feliz como caminhoneira. Ela supera os obstáculos e segue firme forte na profissão. " Sou feliz nesses 15 anos de profissão. As dificuldades que tive nunca me fizeram desistir. Cada dificuldade se tornava um aprendizado", afirmou.

 

 

A caminhoneira atualmente é autônoma, e afirma que com a crise de economia brasileira teve que vender o caminhão que trabalhava, um Volvo n10 ano 1988, e hoje trabalha no caminhão que era do marido, o 112 Scania. E assim Adriana segue na luta desbravando as estradas brasileiras.

Siga o Portal On Truck nas redes sociais. Estamos no FacebookInstagram e Linkedin. Acompanhe também os nossos vídeos em nosso Canal no Youtube e receba as notícias diárias em nosso Grupo de WhatsApp.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.