Sexta, 30 de Outubro de 2020 13:07
61 99574-8903
Geral Novo Normal

Transformação digital expande economia de plataforma em plena pandemia.

Aplicativos geram crescimento na economia e proporcionam geração de renda

03/09/2020 08h46
Por: Redação Fonte: Lavô
Foto : Divulgação
Foto : Divulgação

Nos últimos anos, os chamados “aplicativos on-demand” vêm facilitando a vida das pessoas e, com isso, sua busca e utilização apresentam uma visível demanda de crescimento. Atenta a isto e utilizando-se de um aplicativo que reúne profissionais treinados, que prestam serviço de lavagem automotiva ecológica em domicílio, a Lavô fixa seu trabalho na busca da excelência em proporcionar facilidade, segurança e conforto a seus usuários.

Segundo a empresa de Inteligência de Mercado, International Data Corporation (IDC) , a transformação digital está em ritmo acelerado na América Latina à medida que avançamos para o “Novo Normal” e a recessão,  liderada pela pandemia de 2020, está mudando os comportamentos de compra para “tudo remoto”, quebrando paradigmas de cadeias de valor e expandindo a economia de plataforma.

Além disso, o Brasil ocupa hoje o segundo lugar no ranking de países que tem maior crescimento no mercado mobile, perdendo apenas para a Indonésia, aponta um estudo da empresa de pesquisa, Pew Research Center que ainda cita dados expressivos sobre os smartphones: 60% destes estão nos bolsos dos adultos em todo o país, acima dos números de países como Filipinas (55%), México (52%) e Índia (24%).

A Lavô comprova essa tendência de expansão no mercado e, hoje, cresce a uma taxa de 43% ao mês. Ricardo Pereira,

 

 

CEO da Lavô, credita seu crescimento ao atendimento personalizado e ao conforto que este serviço, em forma de delivery proporciona. “Em tempos de pandemia, poder contar com um serviço de lavagem automotiva ecológica, de fácil utilização, com profissionais gabaritados e com a possibilidade de isto acontecer com segurança no conforto do seu lar, leva tranquilidade e economia aos nossos usuários, finaliza Pereira.”

 

Sobre a Lavô

Em 2016, os empreendedores Ricardo e Patrícia Pereira, que então moravam nos Estados Unidos, viram uma van que ia até a casa dos clientes limpar seus veículos e apostaram que o modelo de negócio teria sucesso no Brasil. Foi então que ambos decidiram retornar ao país, iniciando a startup em 2018, em Brasília. A partir de 2019, a empresa começou a se expandir pelo país e, atualmente, está presente em cidades como Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Goiânia, Curitiba, Uberlândia Florianópolis, Balneário Camboriú e em São Paulo.

A empresa pretende atender ao público que está sem tempo para levar o carro ao lava-rápido ou não quer pegar filas para tal. Além de não precisar tirar o carro da garagem, o cliente também economiza em água, já que a lavagem é feita com cera de carnaúba que encapsula a sujeira. Por ser um sistema prático, e que elimina a necessidade de água, o serviço pode ser feito em qualquer lugar.

Na Lavô, o parceiro recebe 100% do valor das lavagens que realizar e o app recolhe apenas uma taxa fixa semanal, podendo a renda mensal chegar a R$ 6 mil. Em tempo de pandemia e incertezas, a proposta do aplicativo torna-se uma opção de renda extra que atinge patamares médios de R$ 800 a R$ 1,5 mil por semana, além de ofertar outros benefícios.

Neste período de pandemia, a empresa se preparou para atender todos os protocolos de segurança da COVID-19.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.