Sábado, 31 de Outubro de 2020 21:38
61 99574-8903
Geral Infraestrutura

Segmento do Anel Viário de Fortaleza é liberado para o tráfego de veículos

Obra faz parte de convênio entre o DNIT e a Superintendência de Obras Públicas (SOP)

07/09/2020 09h58
Por: Redação Fonte: DNIT
Foto : DNIT
Foto : DNIT

Um novo segmento do Anel Viário de Fortaleza foi liberado, neste sábado (05), para o tráfego de veículos. A obra contempla um viaduto inserido no trecho que conecta a BR-020/CE e a CE-010, entre os municípios de Fortaleza e Eusébio. A duplicação é realizada por meio de uma parceria entre o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e a Superintendência de Obras Públicas (SOP), órgão vinculado ao Governo do Estado do Ceará.

A Autarquia é responsável pela aprovação dos projetos e repasse dos recursos, os quais foram integralmente disponibilizados ao governo estadual no fim do ano passado. À SOP cabe a execução dos serviços, bem como a sua fiscalização.

Orçada em R$ 257 milhões, a duplicação dos 32 quilômetros do Anel Viário de Fortaleza tem previsão de conclusão em 2021, quando todos os trechos estarão liberados para a população. Os recursos financeiros já estão garantidos e as questões relacionadas às desapropriações estão sendo solucionadas, restando apenas alguns pontos específicos para o avanço das obras.

Os serviços de duplicação na BR-020/CE seguem sendo realizados em diversos pontos e novos segmentos deverão ser concluídos e liberados à população nos próximos meses.

Importância - Responsável por fazer a interligação das rodovias que chegam à capital cearense (CE’s 010, 040, 060, 065 e BR’s 020, 116 e 222), o Anel Viário faz parte da BR-020/CE e passa por obras de duplicação que impulsionarão a infraestrutura rodoviária do estado e aumentarão a capacidade de tráfego da rodovia federal.

Isso garantirá uma melhor conexão entre os principais portos marítimos do Ceará (Porto do Mucuripe e Porto do Pecém), vai favorecer toda a Região Metropolitana de Fortaleza e beneficiará diretamente a produção industrial do estado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.