Segunda, 26 de Outubro de 2020 06:25
61 99574-8903
Mulheres na Boleia Superação

Guerreira na estrada, a caminhoneira Franciane Peres segue subindo e descendo serra pelo Brasil

A caminhoneira é do Rio Grande do Sul e trabalha junto com o marido na empresa Folhito Adubos Orgânicos

26/09/2020 06h00 Atualizada há 3 semanas
Por: Redação
Foto : Reprodução
Foto : Reprodução

Perseverança, força e determinação são essas as palavras que definem a trajetória da caminhoneira, Franciane Ramos Peres, que nasceu na cidade de Santo Antônio das Missões-RS e hoje mora em Lajeado-RS. O seu envolvimento com o segmento de transporte começou quando trabalhava numa empresa de transporte rodoviário e quando conheceu o seu marido, Gelson Luís Langhammer, ele a apresentou o mundo dos caminhões.  “Trabalhava em uma empresa de transporte rodoviário e na época eu queria ser motorista de ônibus, com isso, tirei a carteira “D”. Até que conheci meu atual marido que é caminhoneiro. Ele me apresentou ao mundo dos caminhões, me proporcionou a oportunidade de conhecer as estradas do Brasil. Aí me apaixonei e resolvi ser caminhoneira”, afirmou Franciane. 

Depois de se apaixonar pelas estradas, Franciane resolveu mudar a CNH para categoria “E” e correr atrás do seu sonho de ser motorista de caminhão. Atualmente, ela trabalha junto com o marido na empresa Folhito Adubos Orgânicos, localizada na cidade de Estrela, no Rio Grande do Sul.

Sobre a primeira a minha primeira viagem, Franciane falou que foi com destino a São Paulo e teve que superar o medo e a insegurança, pois nunca havia dirigido um caminhão sozinha.  “Por mais que meu marido estivesse ali comigo, ele estava em outro caminhão e até então eu não tinha uma noção de como era viajar sozinha. No final deu tudo certo, superei o medo e a insegurança, com o tempo isso passou e hoje me sinto muito segura na profissão que escolhi”, ressaltou a caminhoneira.

Já em relação às dificuldades da profissão, Franciane afirmou que subir serra foi um grande desafio que enfrentou na profissão “Meu maior desafio quando comecei a trabalhar foi subir serra, tive muito medo pois todo mundo acabava me assustando. Descer também foi bem complicado. Mas hoje tiro de letra. Os desafios surgem para serem superados”, afirmou Franciane.

A família tem um papel importante na vida de Franciane. “Minha família é tudo para mim, tenho uma filha de 17 anos que mora comigo ainda e um enteado que mora com a mãe, mas que vem nos visitar. Tenho o meu marido que está sempre comigo.  Minha mãe e irmãs também moram próximo e tenho ainda meu compadre, comadre, afilhados e amigos. Sem falar da minha amiga caminhoneira Fabiane que também me incentivou a estar hoje como caminhoneira. Ela sempre me deu força. E hoje também agradeço ao meu esposo, a minha filha e irmãs que sempre estiveram me aconselhando e ajudando”, destacou.

 Franciane Peres sempre soube das dificuldades e dos percalços da profissão de motorista de caminhão. Ela relatou que o início foi difícil, mas que hoje ama ser caminhoneira. “Levanto com a maior vontade para fazer o meu trabalho. Eu amo meu trabalho e tenho orgulho de ser uma das guerreiras da estrada”, finalizou a caminhoneira.

 

Siga o Portal On Truck nas redes sociais. Estamos no FacebookInstagram e Linkedin. Acompanhe também os nossos vídeos em nosso Canal no Youtube e receba as notícias diárias em nosso Grupo de WhatsApp.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.