Sábado, 10 de Abril de 2021 09:10
61 99574-8903
Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Centro de Estudos lança livro sobre Cidades inteligentes

De acordo com o estudo, cidade inteligente não é a que apenas usa a tecnologia no meio urbano, mas a que investe no ser humano, no desenvolvimento ...

11/03/2021 13h09 Atualizada há 4 semanas
Por: Redação Fonte: Agência Câmara de Notícias
Para Angela Amin, se nós tivéssemos as cidades conectadas, os cidadãos preparados, não teríamos perda na educação durante a pandemia - (Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados)
Para Angela Amin, se nós tivéssemos as cidades conectadas, os cidadãos preparados, não teríamos perda na educação durante a pandemia - (Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados)

O Centro de Estudos e Debates Estratégicos da Câmara dos Deputados (Cedes) lançou nesta quarta-feira (10), em evento virtual, o livro "Cidades Inteligentes: uma Abordagem Humana e Sustentável". O estudo propõe modelos mais inteligentes de organização urbana.

O estudo apresenta a concepção de cidade inteligente adotada pelo Cedes, em que cidade inteligente não é a que apenas usa a tecnologia no meio urbano, mas a que investe no ser humano, no desenvolvimento econômico sustentável, em inovação e empreendedorismo e no uso de tecnologias para aprimorar os serviços e a infraestrutura das cidades.

O trabalho foi relatado pelos deputados Francisco Jr (PSD-GO), Haroldo Cathedral (PSD-RR), Angela Amin (PP-SC), e pelo ex-deputado Eduardo Braide(MA), que, ao longo do trabalho, iniciado em 2019, tornou-se prefeito de São Luís. O estudo teve o apoio técnico da Consultoria Legislativa da Câmara dos Deputados.

No livro, um dos eixos que devem ser considerados para o desenvolvimento urbano inteligente é a educação formal, como explica a deputada Angela Amin, que lembrou das dificuldades enfrentadas durante a pandemia.

"Se nós tivéssemos as cidades conectadas, os cidadãos preparados e principalmente os profissionais da área da educação, nós não teríamos a perda nessa área durante o processo de pandemia", disse. "Com um ano das crianças fora da escola, fora do ambiente escolar, é um prejuízo imensurável, além da perda de pessoas. Por isso esse avançar é de fundamental importância. Não se pode abrir mão da inteligência do cidadão nessa cidade, que pode ser gerado através dos dados disponíveis e socializados", acrescentou Angela Amin.

Para o diretor adjunto da consultoria legislativa da Câmara, Geraldo Magela, o momento atual não poderia ser mais oportuno para o lançamento do estudo.

"O chamado 'novo normal' antecipou conceitos e modificou comportamentos. O mundo está mudando celeremente. E não há muito tempo para aprender. Temos de fazer aprendendo e aprender fazendo. A realidade exige urgentes estratégias de transformação. Nisso se incluem as formas de vida dos aglomerados urbanos país afora", ressaltou Magela.

Francisco Jr:
Francisco Jr: "Eu concluí que cidade inteligente é aquela que melhora a vida de seus munícipes, que diminui as diferenças e gera oportunidades - (Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados)

O deputado Francisco Jr. lembrou que a única cidade inteligente do Brasil é Curitiba. Uma organização chamada ICF (Intelligente Community Forum) divulgou recentemente a lista das 21 cidades mais inteligentes. Curitiba é a única da América do Sul. Entre os quesitos analisados estão as ações voltadas para a prosperidade econômica, saúde social e riqueza cultural.

"Na minha opinião, depois de tanto estudar e buscar tantas respostas a tantas perguntas, eu concluí que cidade inteligente é aquela que melhora a vida de seus munícipes, que diminui as diferenças e gera oportunidades, e, para isso, lança mão de tudo o que estiver ao seu alcance, das tecnologias, das experiências dos outros, Isso é, na essência, uma cidade inteligente nesse tempo de hoje”, disse Francisco Jr.

Segundo o deputado Haroldo Cathedral, não há fórmula que possa ser aplicada a todos os municípios com sucesso. As ações que tornam a cidade mais humana devem considerar as peculiaridades locais.

Estudos Estratégicos
O livro Cidades Inteligentes é o 12º da série Estudos Estratégicos publicado pelo Cedes, em parceria com o Centro de Documentação e Informação da Câmara (Cedi). Projetos surgiram por causa do trabalho, como a proposta para instituir a Política Nacional de Cidades Inteligentes.

O livro pode ser baixado de graça na internet, na página da Câmara dos Deputados. E pode ser comprado na página da Livraria da Câmara.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.