Sábado, 10 de Abril de 2021 08:07
61 99574-8903
Mulheres na Boleia Incentivo

Caminhoneira incentivada pelo pai trabalha com caminhão carregado de areia

Bianca Oliveira tem 27 anos e faz três anos que dirige caminhão

13/03/2021 09h15 Atualizada há 3 semanas
Por: Camila Pimentel
Caminhoneira incentivada pelo pai trabalha com caminhão carregado de areia

Filha de caminhoneiro, caminhoneira é! Esta frase combina perfeitamente com a motorista de caminhão autônoma, Bianca Oliveira. O pai Donizete é caminhoneiro a mais de 20 anos e incentivou a filha a seguir na profissão. “Desde nova já me ensinaram a dirigir caminhão e sempre viajava junto com meu pai e meu tio que são caminhoneiros. E não via a hora de chegar as férias para poder ir junto com eles todos os dias”, afirmou Bianca.

Bianca mora no município de Jacareí-SP, tem 27 anos e já faz três anos que trabalha dirigindo caminhão carregado de areia para um depósito de material de construção.

No entanto, apesar do sonho desde criança em ser caminhoneira, Bianca antes foi Motogirl. “Essa profissão é muito perigosa e isso virou um medo para toda minha família. E foi aí que meu pai me incentivou a tirar CNH categoria ‘D” para começar a trabalhar com o caminhão que ele me deu”, disse Bianca toda alegre com o presente que ganhou do pai.

Ela conta a sua primeira viagem com muita empolgação. “Minha primeira entrega foi muito legal, Cheguei no depósito em Igaratá-SP com a areia e nem acreditava que era eu mesma que estava dirigindo e todos me olhando. Fiquei muito feliz”, garantiu a caminhoneira.

Em relação aos desafios da profissão ela afirma que é preciso cautela e estar atenta a tudo. “Desafio mesmo é sempre estar atenta a tudo ao redor para não cometer nenhuma falha. Temos que ter sempre atenção total em dirigir por nós e pelos outros”, disse Bianca.

Ao falar da família Bianca diz sentir muito orgulho de todos. “Meu pai Donizete é caminhoneiro a mais de 20 anos e trabalha com carreta carregando material de construção, minha mãe Vanda é doméstica e meu marido Robson trabalha junto comigo. Ele me ajuda a arrumar carga para o caminhão”, afirmou.

Bianca garante que é muito feliz na profissão e que em breve irá dirigir uma carreta. “Sou muito feliz como caminhoneira e agora já tirei minha CNH categoria ‘E’ para carreta. E, se Deus permitir, mais para frente estarei rodando pelas estradas do Brasil e para fora do país fazendo almoço e café na beira da estrada. É o meu sonho”, destacou Bianca.

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.