Quarta, 21 de Abril de 2021 16:25
61 99943-0207
Segurança ANFETAMINAS

PRF na Bahia bate recorde com mais de 100.000 comprimidos de anfetaminas apreendidos em 2020

Dados do balanço divulgados pela instituição apontam que 52% dos ‘rebites’ apreendidos nas rodovias federais do país foram registrados na Bahia.

17/03/2021 14h24
Por: Redação Fonte: PRF
Foto : Divulgação/PRF
Foto : Divulgação/PRF

Em 2020, a PRF na Bahia foi responsável pela retirada de circulação de 114.072 comprimidos de anfetaminas, apreendidas durante as fiscalizações nas estradas federais que cortam o estado.

Os números apresentados entre janeiro e dezembro do ano passado pela PRF no país (173.403), apontam que 52% da quantidade de ‘rebites’ apreendidos foram registrados aqui na Bahia.

A substância anfetamina é um estimulante do sistema nervoso central e faz com que o cérebro trabalhe mais depressa e cause nas pessoas a impressão de diminuição da fadiga – já que conseguem executar uma atividade qualquer por mais tempo – de menos sono, perda de apetite e de aumento da capacidade física e mental. Cada cartela com 15 comprimidos é vendido no mercado informal por cerca de 35 reais.

Com objetivo de dirigir várias horas seguidas, sem descanso, para cumprir prazos predeterminados ou até faturar um extra no final de cada viagem, alguns motoristas optam em utilizar o rebite. Nunca é demais enfatizar que o uso não autorizado e descontrolado de “rebites” por motoristas é um fator que coloca em risco a segurança de todos que trafegam pelas rodovias federais do país, por isso, a PRF estará sempre coibindo com muito rigor tal prática.

Lei do descanso

A Lei 13.103/15, mais conhecida como “Lei dos caminhoneiros” ou “Lei do descanso”, prevê o intervalo de descanso obrigatório de motoristas de caminhão, ônibus e vans. O descanso é de 11 horas a cada 24 horas trabalhadas, e, também, a normativa prevê que após dirigir 5 horas seguidas é obrigatório um intervalo de, no mínimo, uma hora para refeição.

Tem o intuito de regulamentar o tempo máximo de direção e os tempos mínimos de descanso dos motoristas de veículos de carga de grande porte, de veículos de transporte coletivo de passageiros e de veículos de transporte de escolares.

Por serem veículos que acarretam grande quantidade e gravidade de vítimas quando envolvidos em acidentes, há uma preocupação especial em garantir que os condutores destes veículos estejam devidamente descansados e atentos no trânsito.

É através do cronotacógrafo (equipamento de uso obrigatório) que os policiais verificam se o motorista profissional está cumprindo a Lei do Descanso. O equipamento também registra a distância percorrida e a velocidade do veículo no caso de algum acidente na rodovia, podendo ser utilizado para perícia técnica.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.