Quinta, 22 de Abril de 2021 08:09
61 99943-0207
Tecnologia Tecnologia

Drone é capaz de encontrar vítima de acidente pelo sinal de celular

Equipamento pode ser controlado a distância e utiliza programas de computador para estimar a distância e descobrir a localização

29/03/2021 20h56 Atualizada há 3 semanas
Por: Redação Fonte: R7 - Sofia Pilagallo, do R7*
Objetivo é resgatar pessoas desaparecidas e vítimas em cenários de desastres - (Foto: Antonio Albanese)
Objetivo é resgatar pessoas desaparecidas e vítimas em cenários de desastres - (Foto: Antonio Albanese)

Pesquisadores da NEC Laboratories Europe GmBH, na Alemanha, desenvolveram o primeiro drone capaz de resgatar pessoas desaparecidas e vítimas em cenários de desastres por meio do sinal de celular.

Sardo, como foi nomeado o veículo aéreo não tripulado, utiliza as informações extraídas nos sinais do smartphone do usuário para estimar a distância e de ferramentas de aprendizado de máquina para descobrir a localização precisa da pessoa.

A tecnologia leva em conta o fato de que a vítima pode se encontrar debaixo de escombros, por exemplo, onde o sinal de celular é afetado. Por isso, se a pessoa estiver se movendo, outro algoritmo de aprendizado de máquina entra em ação para avaliar sua trajetória com base no movimento atual.

Após realizar uma varredura de uma área, o êquipamento, então, muda automaticamente sua posição para ficar mais perto da vítima e obter medições de distância mais precisas.

"Até onde sabemos, esta é a primeira solução de busca e resgate de drone único capaz de localizar com precisão as vítimas desaparecidas apenas por meio de telefones celulares", afirmou um pesquisador associado da NEC Laboratories Europe, Antonio Albanese, ao portal Digital Trends.

"Existem soluções concorrentes, mas elas contam com outros sensores, como câmeras infravermelhas ou térmicas, ou usam sinais de largura de banda ultralarga ad hoc, que não são empregados por redes celulares comuns."

No momento, a tecnologia só pode funcionar em ambientes externos, mas segundo Albanese, a equipe espera que isso mude no futuro com a adição da localização indoor.

O pesquisador afirmou ainda que embora nenhuma decisão final sobre a adoção do projeto tenha sido tomada ainda, tem havido grande interesse por parte dos órgãos de segurança pública.

*Estagária do R7 sob supervisão de Pablo Marques

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.