Quinta, 29 de Julho de 2021 09:14
61 99943-0207
Economia Economia

Cabify anuncia a usuários que deixará o Brasil em 14 de junho

Empresa de transporte por aplicativo foi criada em Madri, na Espanha, em 2011, e opera também na América Latina

23/04/2021 13h33 Atualizada há 3 meses
Por: Redação Fonte: R7 - Marcos Rogério Lopes, do R7
Cabify foi criada há dez anos em Madri, na Espanha - (Foto: Unsplash)
Cabify foi criada há dez anos em Madri, na Espanha - (Foto: Unsplash)

A empresa espanhola Cabify, que faz o transporte de passageiros por meio de aplicativo, anunciou a seus usuários nesta sexta-feira (23) que seus carros só circularão no Brasil até 14 de junho.

A Cabify é uma companhia criada em Madri, na Espanha, em 2011. Na América Latina, segundo o site da empresa, ela está, além do Brasil, na Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Espanha, México, Peru e Uruguai.

Pouco depois da mensagem, a empresa anunciou a saída em seu Twitter.

Procurada para explicar a decisão, a assessoria de imprensa da Cabify não retornou o email da reportagem do R7, assim como a sede da companhia, localizada na Espanha.

Veja a mensagem na íntegra enviada aos passageiros do país:

"Quando criamos a Cabify, o fizemos com o compromisso de melhorar a mobilidade das cidades. Entretanto, depois de algum tempo operando em sua cidade, hoje temos algo importante para lhe dizer:

Deixaremos de operar no Brasil a partir de 14 de junho.

Estamos tristes em dizer-lhes isto... mas isto não é o fim do caminho! Você ainda poderá viajar conosco até a data de encerramento. E também estamos disponíveis para você em todas as outras cidades que seguimos operando na América Latina e Espanha.

E depois de tanto tempo viajando juntos, não queremos terminar este e-mail assim sem mais nem menos. Por isso, aproveitamos esta oportunidade para lhe dizer em alto e bom som: MUITO OBRIGADO POR ESTA VIAGEM."

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.