Terça, 18 de Maio de 2021 08:08
61 99943-0207
Câmara dos Deputados Privatização

Comissões debatem propostas que tratam da privatização dos Correios

Propostas em análise na Câmara permitem o fim do monopólio de serviços postais

24/04/2021 10h39 Atualizada há 3 semanas
Por: Redação Fonte: Agência Câmara de Notícias
Foto: Amira Hissa/Prefeitura de Belo Horizonte
Foto: Amira Hissa/Prefeitura de Belo Horizonte

Em audiência conjunta, as comissões de Trabalho, Administração e Serviço Público; e de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços realizam reunião na próxima quarta-feira (28) para debater os projetos de lei 7488/17, que trata da extinção do monopólio de serviços postais, e o 591/21, que abre caminho para a privatização dos Correios.

Foram convidados para o debate:

- o ministro das Comunicações, Fábio Faria;
- o secretário especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados
do Ministério da Economia, Diogo Mac Cord de Faria;
- a secretária especial do Programa de Parcerias de Investimentos
do Ministério da Economia, Marta Seillier;
- o presidente dos Correios, Floriano Peixoto;
- o diretor de Privatizações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Leonardo Cabral;
- o chefe de gabinete da presidência da Confederação Nacional do Transporte (CNT), Guilherme Theo Sampaio;
- o secretário-geral da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), José Rivaldo da Silva;
- o presidente da Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios (Findect), José Aparecido Gimenes Gandara;
- o vice-presidente da Associação dos Profissionais dos Correios, Marcos César Alves Silva; e
- o ex-presidente do Conselho de Administração dos Correios Adroaldo Portal.

Hora e local
A audiência será realizada no plenário 5, às 16 horas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.