Segunda, 14 de Junho de 2021 00:45
61 99943-0207
Geral Cooperação

Parceria do Detran com a ONU para segurança viária é tema de workshop em Belém

Reduzir o número de mortes e lesões no trânsito é a grande meta dos projetos de segurança viária apoiados pela Organização das Nações Unidas (ONU)

19/05/2021 09h30 Atualizada há 4 semanas
Por: Redação Fonte: Secom Pará
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Reduzir o número de mortes e lesões no trânsito é a grande meta dos projetos de segurança viária apoiados pela Organização das Nações Unidas (ONU). No Brasil, o Departamento de Trânsito do Estado (Detran) é parceiro da entidade no desenvolvimento do Projeto Strengthening Road Traffic Enforcement in Brazil (Fortalecimento da Fiscalização do Tráfego Rodoviário no Brasil). O assunto foi tema de um workshop promovido pelo Departamento, nesta terça-feira (18), em Belém. O evento integra a programação do Maio Amarelo, mês dedicado ao engajamento da sociedade para a segurança viária.

A discussão teve como público-alvo os servidores da educação de trânsito, responsáveis pelo desenvolvimento de campanhas de conscientização sobre preservação da vida no trânsito.

O presidente da Comissão Operacional do Projeto, Luiz Otávio Miranda, apresentou as diretrizes gerais do projeto e enfatizou os principais fatores de risco que colocam os acidentes de trânsito entre as principais causas de morte no mundo. Entre eles, estão velocidade, capacete, dispositivo para transporte de crianças e direção sob o efeito de drogas.

Além disso, é importante observar os grupos que mais morrem no trânsito no Pará, com destaque para motociclistas, pedestres e ciclistas. Dados do Ministério da Saúde mostram que de 2011 a 2019, esses grupos responderam por 494, 178 e 28 óbitos no estado, respectivamente. “Apropriar-se desses indicativos é fundamental para elaborar intervenções educativas, especialmente o tipo de abordagem a ser direcionada para os grupos mais vulneráveis”, enfatiza Luiz Otávio.

Fiscalização -O projeto do Detran aprovado pela ONU pretende reverter esses índices, reduzindo os sinistros de trânsito em pelo menos 50% até 2030. Para isso, o objetivo é fortalecer a capacidade institucional dos órgãos de trânsito através de um novo modelo de fiscalização viária. Nesse sentido, segundo Luiz Otávio, as ações de fiscalização exitosas partem da ideia, entre outras, de que a abordagem na via deve ser aleatória e com o uso do etilômetro em todos os casos.

Atualmente, elas ocorrem apenas em pontos de fiscalização e com o uso do etilômetro somente em casos suspeitos. “O Detran está finalizando os treinamentos dos agentes de trânsito para que, em seguida, essas novas práticas possam ser aperfeiçoadas na via”, explica.

O Fundo das Nações Unidas reconhece o empenho do Governo do Pará na execução do projeto e, recentemente, publicou com destaque, em seusite, um vídeo institucional sobre as ações já realizadas pelo Detran.  

 O workshop também enfatizou a campanha "Ruas para o trânsito", desenvolvida pela ONU neste mês de maio. A ação é direcionada à redução da velocidade para 30km/h em áreas urbanas e em vias onde as pessoas e o tráfego de veículos mais se misturam. Pesquisas mundiais na área da segurança viária, mostram que a velocidade reduzida, contribui até oito vezes para evitar acidentes de trânsito.

Por Leidemar Oliveira (DETRAN)
 

 

Siga o Portal On Truck nas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram e Linkedin. Acompanhe também os nossos vídeos em nosso Canal no Youtube e receba as notícias diárias em nosso Grupo de WhatsApp.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.