Quinta, 23 de Setembro de 2021 03:25
61 99943-0207
Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Comissão rejeita proposta que limita remuneração de aplicativos de transporte

Para o relator, a interferência estatal inviabilizaria a liberdade de oferta de serviços e de escolha por parte do usuário

19/05/2021 14h01 Atualizada há 4 meses
Por: Redação Fonte: Agência Câmara de Notícias
Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados
Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados rejeitou, na terça-feira (19), o Projeto de Lei 58/20, que limita a remuneração dos serviços de aplicativos ou outras plataformas digitais de transporte a 20% do valor cobrado pelo serviço prestado pelo motorista ao passageiro.

O autor da proposta, deputado Alexandre Frota (PSDB-SP), considera justo fixar limites, para que não haja abusos de aplicativos, como Uber e Cabify, na relação contratual com os motoristas.

Porém, o relator da matéria, deputado Rodrigo Coelho (PSB-SC), discorda e emitiu parecer pela rejeição do texto. Para ele, o Estado não deve interferir na relação comercial privada para limitar a remuneração por serviço prestado.

"A interferência estatal proposta inviabilizaria toda a liberdade de oferta de serviços e, consequentemente, a liberdade de escolha por parte do usuário", avaliou. Ele acrescentou que "a concorrência entre os prestadores de serviço, proporciona opções diferenciadas de preços e serviços ao usuário".

O relator observou ainda que a Câmara já rejeitou o Projeto de Lei 448/19, que também limita a taxa cobrada dos motoristas por empresas que controlam aplicativos de transporte individual.

Tramitação
A proposta ainda será analisada, em caráter conclusivo, pelas comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

 

 

Siga o Portal On Truck nas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram e Linkedin. Acompanhe também os nossos vídeos em nosso Canal no Youtube e receba as notícias diárias em nosso Grupo de WhatsApp.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.