Sábado, 23 de Outubro de 2021
Política Audiência pública

Comissão discute a conclusão da Rodovia Manaus-Porto Velho

Audiência pública para discutir a conclusão da BR-319

23/06/2021 às 09h25 Atualizada em 05/10/2021 às 16h42
Por: Redação Fonte: Agência Câmara de Notícias
Compartilhe:
Foto: Agência CNT de Notícias
Foto: Agência CNT de Notícias

A Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia da Câmara dos Deputados promove nesta quarta-feira (23) audiência pública para discutir a conclusão da BR-319.

O debate foi proposto pelo deputado Sidney Leite (PSD-AM), com apoio dos deputados José Ricardo (PT-AM) e Cristiano Vale (PL-PA). Eles destacam que a estrada de 885 quilômetros, inaugurada em 1976 e mais conhecida como Rodovia Manaus-Porto Velho, é a única ligação terrestre entre os estados do Amazonas e de Roraima com Rondônia, e, consequentemente, com o restante do Brasil.

Os deputados ressaltam que, desde a década de 1990, aconteceram várias tentativas fracassadas de recuperação da rodovia. Em 2020, o ministro da infraestrutura, Tarcísio Gomes, anunciou a assinatura do contrato de pavimentação de trechos da BR-319, com o início das obras previsto para 2021.

A reunião acontece no plenário 12, às 14 horas.

Foram convidados:

  • o secretário nacional de Transportes Terrestres, Marcelo da Costa Vieira, representando o Ministério da Infraestrutura;
  • o diretor de Licenciamento Ambiental do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama), Jonatas Souza da Trindade, representando o Ministério do Meio Ambiente;
  • o diretor-geral do Dnit, Antônio Leite dos Santos Filho;
  • o procurador-chefe da Procuradoria da República no Amazonas (MPF/AM), Thiago Pinheiro Corrêa; e
  • o secretário de Meio Ambiente do Amazonas, Eduardo Costa Taveira.

 

Siga o Portal On Truck nas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram e Linkedin. Acompanhe também os nossos vídeos em nosso Canal no Youtube e receba as notícias diárias em nosso Grupo de WhatsApp.  

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários