Sexta, 22 de Outubro de 2021
Geral Paraná

Estado aplica quase R$ 1 milhão e restaura rodovia de Anahy, no Oeste

Serviços de conservação do DER/PR garantem mais segurança e conforto para condutores e passageiros na ligação rodoviária entre o município e a BR-369, parte do Anel de Integração.

25/06/2021 às 10h56 Atualizada em 25/06/2021 às 11h48
Por: Redação Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:
© DER
© DER

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) investiu R$ 970.063,27 na execução de melhorias na PR-474, entre Anahy e a BR-369, na região Oeste do Estado. O trecho de 8,39 quilômetros recebeu serviços de remendos, reperfilagem, microrrevestimento, desconfinamento lateral de bordo e sinalização horizontal.

“A rodovia PR-474 é a ligação de Anahy com uma das artérias do Paraná, a BR-369, sendo de grande importância para a economia do município, voltada para o cultivo do milho, da soja e mandioca, além da criação de aves e gado. Com essas melhorias garantimos a segurança para o transporte de cargas e para o deslocamento dos anaienses até os demais municípios da região Oeste e aos municípios vizinhos na região Noroeste”, afirma o secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex.

“Esse trecho da PR-474 apresentava um pavimento em condições razoáveis e ruins, sendo necessário atender toda a sua extensão, alternando soluções de microrrevestimento e aplicação de CBUQ. Esses serviços são importantes para garantir uma qualidade boa ou muito boa, que se mantenha por um período longo, tendo em vista que o fim das atuais concessões de pedágio poderá resultar em mais movimento entre esse município e a BR-369”, explica o diretor-geral do DER/PR, Fernando Furiatti.

Os serviços foram realizados por meio do lote 16 do programa Conservação de Pavimentos (COP) do DER/PR, responsável pela realização de melhorias em 332,23 quilômetros de rodovias da região Oeste, com um investimento total de R$ 39 milhões.

OBRAS– O desconfinamento lateral de bordo, uma das execuções realizadas, que é a remoção de uma camada superficial de solo ao lado da pista, facilitará o escoamento de água, preservando as condições da rodovia.

Para atender diretamente o pavimento, inicialmente foram executados os remendos superficiais e remendos profundos, de acordo com a necessidade. Os remendos profundos resolveram problemas como buracos e afundamentos, agindo na correção da base ou sub-base do pavimento, enquanto os remendos superficiais trocaram o revestimento danificado da pista.

Os outros serviços realizados diretamente no pavimento foram a reperfilagem, uma aplicação e compactação de uma nova camada de em média 2,5 centímetros de Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ) sobre o pavimento, para corrigir patologias, e o microrrevestimento, em que uma mistura asfáltica a frio de 8 milímetros é aplicada sobre o pavimento após sanadas as patologias, tendo uma função preventiva contra o desgaste natural e ação do clima.

Os trabalhos foram concluídos com uma nova sinalização horizontal e colocação de tachões e tachas refletivas no eixo da rodovia, garantindo ainda mais segurança aos usuários, principalmente à noite.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários