Segunda, 20 de Setembro de 2021 12:02
61 99943-0207
Geral Paralisação

Greve dos Caminhoneiros: categoria dividida gera dúvida se movimento vai ocorrer ou não

A paralisação de caminhoneiros desta segunda-feira foi convocada pelo Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas

24/07/2021 11h11
Por: Camila Pimentel
Reprodução
Reprodução

Diante do aumento constante do preço dos combustíveis no Brasil, associações e sindicatos de caminhoneiros autônomos estão convocando mais uma greve de caminhoneiros que deverá ocorrer nesta segunda-feira, 26 de julho.

No entanto, paira uma dúvida no ar... Os caminhoneiros vão aderir ou não? A categoria está dividida.

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística (CNTTL), o Sindicato das Empresas Transportadoras de Combustíveis e Derivados de Petróleo do Estado de Minas Gerais (Sindtanque-MG) e a Associação Nacional de Transporte do Brasil (ANTB) apoiam a paralisação nacional dos caminhoneiros, mas a Federação dos Caminhoneiros Autônomos de Carga em Geral do Estado de São Paulo (Fetrabens-SP), o Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens do Estado de São Paulo (Sindicam-SP) e a Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA) orientam os seus associados à não aderirem a greve.

A greve dos caminhoneiros deste mês de julho foi convocada pelo Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC) e reivindica: o fim da política de Preço de Paridade de Importação (PPI) da Petrobras para combustíveis; piso mínimo de frete; aposentadoria especial para os motoristas e a liberação de pedágio para veículos sem carga.

Em fevereiro deste ano, a categoria ensaiou uma greve, no entanto, o movimento não prosperou, pois entidades de caminhoneiros ligadas ao Governo não aderiram à greve, assim como também não aderiram ao movimento deste mês.

A expectativa é que a greve desta segunda-feira (26) tenha uma adesão maior, já que segundo o CNTRC, há muitos caminhoneiros insatisfeitos com a política de preços de combustíveis da Petrobras.

Questionado sobre esta nova paralisação de caminhoneiros, o Ministério da Infraestrutura afirmou em nota: 

“O Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC) não é entidade de classe representativa para falar em nome do setor do transporte rodoviário de cargas autônomo e que qualquer declaração feita em relação à categoria corresponde apenas à posição isolada de seus dirigentes”.

Vamos aguardar agora se a greve vai ocorrer ou não...

 

 

Siga o Portal On Truck nas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram e Linkedin. Acompanhe também os nossos vídeos em nosso Canal no Youtube e receba as notícias diárias em nosso Grupo de WhatsApp. 

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.