Segunda, 20 de Setembro de 2021 10:26
61 99943-0207
Emprego & Educação Carreira

Você sabe quanto um caminhoneiro ganha por mês?

Salário de caminheiro pode chegar a 5 mil reais

25/07/2021 09h51 Atualizada há 4 semanas
Por: Micaela Lisboa
Foto:Pixabay
Foto:Pixabay

 

Você está interessado em se tornar um caminhoneiro? Então, esse artigo vai te auxiliar! O  primeiro passo para ingressar na profissão é ter a CNH em uma das categorias C, D e E, o que determinará o eixo do seu caminhão. Segundo, é obter o Registro Nacional de Transportador Rodoviário de Cargas (RNTRC) , que é um documento obrigatório para quem quer exercer a atividade de transportador no país. 

 

Aqui você encontra:

  • Principais atividades de um caminhoneiro.

  • Faixa etária do caminhoneiro no país

  • Salário de caminhoneiro por CLT e a sua atividade.

  • Salário de caminhoneiro autônomo e como vive.

  • Como calcular frete

  • Salário de caminhoneiro Agregado e o que é essa função

  • Vantagens e desvantagens de ser um caminhoneiro agregado.

 

 

Principais atividades de um caminhoneiro

Antes de falarmos de valores, você sabe o que exatamente faz um caminhoneiro? Esse profissional é nada mais do que um motorista que cumpre prazos, descarrega e confere as cargas. Agora, para se falar em salário, existem três fatores que determinam o pagamento no final do mês: a empresa que se trabalha, o tempo de atuação na área e a região onde trabalha, seja como funcionário por CLT (fixado em uma empresa), autônomo ou agregado.

 

Salário de caminhoneiro por CLT e a sua atividade

Por meio da CLT, o caminhoneiro cumprem exigências das empresas e o fluxo de entregas pode ser muito ou pouco que não vai interferir no valor, é protegido por uma lei com direitos sobre horas trabalhadas e férias, por exemplo, além de poder ter alguns outros benefícios, como participação nos lucros, horas extras e utilizar caminhões da empresa. Também poderá ter outras, como conceder ao funcionário plano de saúde.  A média salarial no país   é de R$1.700 a R$1.900 para uma jornada diária de 8 horas, com a prorrogação por até 4 horas extras. 

 

No Estado de São Paulo, essa média pode duplicar de acordo com a pesquisa realizada neste ano. Mas foi constatado que apesar do valor alto, são nos estados do Pará, Tocantins, Pernambuco, Ceará e Mato Grosso do Sul que mais contratam os caminhoneiros.  

 

Veja também:

- Conheça o processo de contratação da Ghelere Transportes

Afinal, o que é Exerce Atividade Remunerada

- Como é ser caminhoneiro no Canadá? Por lá, o salário pode chegar a R$ 40 mil

 

Faixa etária dos caminhoneiros

A maioria dos caminhoneiros optam por serem autônomos ou agregados. Com a média de 40 anos de idade, as empresas não contratam mais via CLT e os mais jovens acabam não tendo tanto interesse pela profissão, por ficarem vários dias longe de casa e sem estabilidade financeira. 

 

Salário de caminhoneiro autônomo e como vive

Você sabia que no Brasil existem 700 mil caminhoneiros autônomos? Para se tornar um, é necessário ter o próprio caminhão, adequado ao tipo de carga transportada, ou seja, não dá para transportar frios sem sistema de refrigeração no transporte, não é mesmo? Além disso, a manutenção do caminhão, combustível e alimentação são por conta própria. Agora, cabe ao motorista avaliar o não vínculo empregatício.

 

A média salarial do caminhoneiro autônomo é de R$2.100, claro que quanto mais longas as viagens, maior o valor do frete, podendo chegar a R$3 mil. 

 

Como calcular o valor do frete de caminhão

Você sabe calcular o valor do seu frete? Saber como definir o preço de um serviço nem sempre é fácil. Para entender como calcular custo de transporte de carga, você precisa primeiramente saber o que é custo de transporte e conhecer os fatores que devem ser considerados para este cálculo.

 

Vamos ao passo a passo? Para calcular frete de caminhão, você vai utilizar a Tabela de Frete da ANTT com as seguintes informações:

 

  • tipo de carga a ser transportada;

  • distância que será percorrida para a realização do frete;

  • número de eixos carregados do veículo.

 

Aí, basta multiplicar todos esses valores. O resultado será o piso mínimo que deve ser cobrado em um serviço de transporte de carga. Vamos imaginar que você vai transportar uma carga por uma distância de 290km, utilizando os 4 eixos do seu caminhão.

 

De acordo com a tabela, o preço mínimo por km rodado e por eixo para esse tipo de carga é de R$1,17. Multiplicando os valores temos: 

 

1,17 x 4 x 290 = 1.357,20

 

Ou seja, o piso mínimo de frete será R$1.357,20. Não é fácil? 

 

Considerando que existem o preço do combustível, taxas, seguros, manutenções periódicas, dentre pontos contam no final depois de uma longa viagem. 

 

Salário de caminhoneiro Agregado e o que é essa função

Agora, para evitar de ficar procurando por entregas, muitos optam por se tornarem agregados, são aqueles caminhoneiros que não têm vínculo empregatício, mas tem um contrato que fideliza o serviço, observação importante: continuam arcando com as despesas necessárias de cada viagem. Eles cumprem algum horário ou jornada específica, mas, como é dono do seu veículo, pode ganhar algum dinheiro extra fazendo outras viagens como autônomo. A média salarial, também é de R$2.100.

 

Quais são as vantagens e desvantagens de ser um agregado?

Precisamos colocar na balança vários fatores na decisão de se tornar um caminhoneiro agregado. Nós, do Portal On Truck, separamos alguns pontos das vantagens e desvantagens desse vínculo. 

 

Vantagens de ser um agregado:

 

Autonomia 

Ao agregar caminhão, você se compromete com a empresa e fica à disposição para realizar os fretes solicitados. No entanto, nada o impede de fechar outros negócios, ou seja, é possível ter flexibilidade para realizar outros serviços.  É claro que isso dependerá da forma como a transportadora trabalha. Como mencionamos, algumas acabam determinando horários e, nesse caso, a liberdade do motorista diminui.

 

Liberação da concorrência

O agregamento assegura a realização de fretes e é muito mais improvável que ele tenha que ficar parado por um longo tempo procurando ou esperando cargas. Sendo assim, o agregado fica livre da concorrência do mercado, muitas vezes desleal, não ficando dependente de agenciadores e outras ferramentas.

 

Desvantagens de ser um agregado

 

Custos da manutenção

Ao agregar caminhão, todas as despesas relacionadas à manutenção do veículo costumam ser de responsabilidade do proprietário. Isso inclui troca de peças, regulagem, consertos etc.

 

Ilusão de autonomia

Dependendo da forma como a empresa na qual você agregar o seu caminhão trabalha, nem sempre ser agregado significa ter autonomia. Além de ter horários fixos, pode ser que a sua rotina se torne maçante, por exemplo, caso você fique responsável por uma mesma rota por muito tempo.

 

Ausência de direitos

Como citamos anteriormente, o profissional que agrega o caminhão não tem vínculo empregatício, portanto, não tem direitos trabalhistas garantidos, como o funcionário de uma empresa. Isso significa que não recebe por hora extra, férias, 13º salário etc. Além disso, não tem direito aos benefícios de alguém que trabalha com carteira assinada, como o seguro desemprego. 

 

Nós da On Truck nos baseamos em pesquisas, sites e informações confiáveis a fim de esclarecer dúvidas sobre essa profissão tão importante para o crescimento econômico do país, mas queremos saber, você já se decidiu

 

 

Siga o Portal On Truck nas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram e Linkedin. Acompanhe também os nossos vídeos em nosso Canal no Youtube e receba as notícias diárias em nosso Grupo de WhatsApp. 

 

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.