Segunda, 20 de Setembro de 2021 08:51
61 99943-0207
Segurança Fiscalização

Transporte clandestino de passageiros é alvo de operação em Pernambuco

Operação com foco no transporte clandestino de passageiros foi realizada, entre os dias 24 e 25 de agosto, na BR 407

27/08/2021 09h00 Atualizada há 3 semanas
Por: Redação Fonte: PRF
Divulgação PRF
Divulgação PRF

Uma operação com foco no transporte clandestino de passageiros foi realizada, entre os dias 24 e 25 de agosto, na BR 407, na ponte Presidente Dutra, que liga os municípios de Petrolina, em Pernambuco, e Juazeiro, na Bahia. A ação com foco na segurança viária foi realizada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o 2⁰ Batalhão Integrado Especializado da Polícia Militar (BIEsp-PM).

 

Durante a operação, foram fiscalizados 63 veículos de passageiros, entre ônibus, microônibus e vans, que prestam serviços na região. Ao todo, 22 coletivos foram autuados por infrações de trânsito e sete não possuíam autorização da ANTT para realização de transporte interestadual remunerado de passageiros, caracterizados como transporte clandestino. Esses veículos foram autuados e recolhidos ao depósito, só sendo liberados após 72 horas e quando for comprovado o pagamento das despesas referentes a pátio e guincho.

 

Os órgãos alertam a todos dos riscos que envolvem uma viagem em um transporte clandestino passageiros, tanto pela precariedade dos veículos utilizados nesse transporte, como pelo aumento no risco de contágio pela COVID-19, pois em muitos casos, nesse tipo de transporte, não são seguidas as medidas e orientações sanitárias previstas.

 

Canal On Truck

 

Siga o Portal On Truck nas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram e Linkedin. Acompanhe também os nossos vídeos em nosso Canal no Youtube e receba as notícias diárias em nosso Grupo de WhatsApp. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.