Domingo, 26 de Setembro de 2021
Geral ERS-118

Em Viamão/RS, governador vai autorizar início da pavimentação de trecho da ERS-118

Pavimentação de 14,5 quilômetros da ERS-118, entre Viamão e Porto Alegre (bairro Lami), vai sair do papel

30/08/2021 às 08h39 Atualizada em 30/08/2021 às 08h48
Por: Redação Fonte: Secom Rio Grande do Sul
Compartilhe:
Divulgação
Divulgação

Parte do Plano de Obras do governo do Estado, a aguardada pavimentação de 14,5 quilômetros da ERS-118, entre Viamão e Porto Alegre (bairro Lami), vai sair do papel. Nesta segunda-feira (30/8), em visita a Viamão, o governador Eduardo Leite autorizará o início das obras no trecho.

Apresentado em junho deste ano dentro do programa Avançar, o Plano de Obras destinará R$ 1,3 bilhão para obras viárias, um dos maiores investimentos da história do Rio Grande do Sul na área. Deste total, R$ 522,9 milhões estão previstos para a conclusão de 20 ligações regionais, dentre as quais a pavimentação na ERS-118, que receberá R$ 17,67 milhões e deverá ser concluída em 2022.

A ordem de início das obras está prevista para ocorrer ao meio-dia desta segunda (30), no Vila Ventura Ecoresort, em Viamão, durante reunião-almoço com prefeitos da região.

Antes disso, o governador cumprirá outras duas agendas no município. Às 10h30, fará uma visita às obras de construção do Centro de Atendimento Sócio Educativo (Case), que está recebendo R$ 21 milhões de investimento, e ao Centro da Juventude de Viamão, onde mais R$ 3,5 milhões estão sendo aplicados.

Após, às 11h15, Leite ainda fará uma visita à prefeitura, onde se reunirá com o prefeito Valdir Bonatto e líderes locais.

 

Canal On Truck

 

Siga o Portal On Truck nas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram e Linkedin. Acompanhe também os nossos vídeos em nosso Canal no Youtube e receba as notícias diárias em nosso Grupo de WhatsApp. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Enquete