Sexta, 03 de Dezembro de 2021
Política 7 de setembro

Foragido, caminhoneiro Zé Trovão desafia Moraes: 'Venha me prender'

Caminhoneiro convidou o ministro a ir ao ato de apoio ao governo na Paulista para prendê-lo no 7 de Setembro

06/09/2021 às 10h04
Por: Redação Fonte: R7, Brasília - Hellen Leite
Compartilhe:
Reprodução/Internet
Reprodução/Internet

O caminhoneiro Marcos Antônio Pereira, conhecido como “Zé Trovão”, desafiou o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), nesse sábado (4). Zé Trovão é alvo de um mandado de prisão expedido na sexta-feira (3) por Moraes.

Em vídeo postado pelo blogueiro conservador Oswaldo Eustáquio no Instagram, Zé Trovão disse que a Polícia Federal (PF) ainda não o deteve porque “ordens ilegais não se cumprem” e ainda desafiou o ministro a ir até a Avenida Paulista, onde estão marcados atos pró-governo no dia 7 de Setembro.

“Vou te fazer um convite, Alexandre de Moraes: que tal você mesmo vir à Paulista no dia 7 de Setembro e me prender? Estarei lá à sua disposição, e, caso queira, poderá fazer uso da sua palavra”

Moraes determinou a prisão do caminhoneiro no inquérito que investiga ameaças à democracia em atos que estavam sendo organizados para o 7 de Setembro.

Em uma transmissão ao vivo feita em suas redes sociais na sexta-feira, Trovão afirmou que pretende se entregar à PF durante a manifestação, "no meio do povo". "Vou me entregar para vocês dia 7 de setembro, no meio do povo. Vai me buscar lá. Só isso que eu tenho para dizer. […] Eu não quero que ninguém feche barreiras. O povo abre e deixa a polícia me prender no meio do povo. Dia 7 de setembro vocês podem me prender", declarou.

 

Canal On Truck

 

Siga o Portal On Truck nas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram e Linkedin. Acompanhe também os nossos vídeos em nosso Canal no Youtube e receba as notícias diárias em nosso Grupo de WhatsApp. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários