Domingo, 24 de Outubro de 2021
Artigos Dica

Tutorial prático de como transferir o seu caminhão

Entre documentação e vistorias, saiba o passo a passo do processo de transferência do seu veículo

30/09/2021 às 14h54 Atualizada em 02/10/2021 às 11h48
Por: Micaela Lisboa
Compartilhe:
Tutorial prático de como transferir o seu caminhão

 

Tá pensando em passar para frente o seu automóvel? Bom, todo o processo de venda e repasse exige conhecimento e atenção. Hoje, nós, do portal On Truck, decidimos fazer este artigo com um passo a passo para que você, leitor, não faça errado. 

 

Aqui você encontra:

 

 

Entre as documentações certas e vistorias, vamos te mostrar qual caminho tomar para estar munido de conhecimento a respeito do tema. Então, bora lá?

 

A primeira informação que você deve saber é sobre a documentação. Antes que passe uma sala cheia de papelada na sua cabeça, devemos te acalmar. Não é bem assim! Veja nos tópicos seguintes.

 

Certificação de um veículo

 

Já ouviu falar do Certificado de Registro de Veículo (CRV) ?  Quando se compra qualquer automóvel, é a partir daí que o veículo passa a constar no Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam), passando a ser vinculado a uma pessoa ou a uma empresa, pois alguém deve ser o proprietário do veículo, correto?

 

O que é transferência e como funciona

 

A transferência nada mais é do que a mudança de propriedade nos documentos oficiais e no registro nacional. Para realizar o processo de transferência, primeiro, é preciso entrar em contato com o DETRAN do seu estado. 

 

Dependendo da sua região, alguns detalhes podem variar. No Distrito Federal, por exemplo, a média de transferência de proprietário ou troca de estado custa R$161 e precisa seguir os seguintes passos:

 

1) Realizar pré-agendamento do Exame Veicular a vistoria pelo site do Detran-DF, imprimindo o boleto do serviço,  após realizar o pagamento do boleto em uma agência bancária de um dos bancos indicados.

 

2) Depois, é preciso acessar o site novamente e concluir o agendamento da vistoria. 

 

3) Comparecer a unidade de atendimento do Detran (DF) em que foi agendada a vistoria, no dia e hora marcados, com antecedência de 15 minutos, levando os documentos necessários.

 

Quais são os documentos necessários para transferência do caminhão:

 

  • CRLV, o Certificado de Registro e Licenciamento Anual;

  • CRV original (também conhecido como documento de compra e venda);

  • Comprovante de pagamento de débitos, se existirem;

  • Comprovante de residência e CNH.

 

4) Realizada a vistoria, deverá comparecer a uma das unidades de atendimento do Detran (DF), com os documentos necessários e um laudo de vistoria veicular, para conclusão do serviço, podendo em seguida pegar o documento. 

 

Ah! Presencialmente o prazo de transferência é de 30 dias.

 

Carteira Digital de Trânsito: transferência online

 

Com a pandemia tudo ficou on-line e, com a criação da Carteira Digital de Trânsito, para os veículos novos  adquiridos a partir do dia 4 de janeiro de 2021, a transferência tem a opção de ser virtual, apenas em cinco estados do país, como Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo, Goiás e Mato Grosso. E dá para assinar eletronicamente, dispensando até a autenticação no cartório, somente para comparecer no dia da vistoria. Que bom que existe a tecnologia, não é verdade? Para facilitar a nossa vida!

 

Transferência de Veículo em São Paulo

 

Em todo o estado de São Paulo, as orientações para transferência de veículos começam na regularização de possíveis débitos impeditivos. É possível consultar débitos de veículos em São Paulo acessando o site do DETRAN.  O custo da transferência de veículo em São Paulo envolve o pagamento das taxas estaduais, de R$ 197,89, caso o licenciamento do ano em curso já tenha sido feito, ou R $285,27, caso ainda não tenha sido realizado.

 

Outro procedimento muito importante é a comunicação de venda pelo antigo proprietário. Nesse caso, não é necessário comparecer ao DETRAN. O reconhecimento de firma em cartório é sempre comunicado ao DETRAN paulista, não havendo a necessidade de mais nenhuma outra ação nesse sentido. Sabia que é possível, inclusive, fazer o comunicado sem o documento de compra e venda. O DETRAN disponibiliza um passo a passo orientando como comunicar venda sem cópia autenticada do CRLV.

 

Depois de verificada a inexistência de débitos, ou feita a regularização e comunicada a venda, deverá ser agendada vistoria veicular, para a posterior emissão de um novo CRLV, contendo os dados do novo proprietário.

 

Transferência de veículo no Rio de Janeiro

 

No Rio de Janeiro os procedimentos são parecidos com os de São Paulo. De acordo com informações do site do DETRAN, o valor é de R $150,34. Nos casos de veículos adquiridos com financiamento, também será exigido pagamento no valor de R$ 167,04. Para outras situações especiais de transferência de propriedade de veículo, você poderá consultar o site do DETRAN e conhecer a documentação de acordo com cada caso.

 

Depois de quitados os débitos, caso tenha, pagas as taxas e entregue a documentação, basta agendar a vistoria para transferência. Após a realização da vistoria, o novo documento do veículo será emitido.

 

Transferência de veículo em Minas Gerais

 

O valor pago para transferência de propriedade de veículo em Minas Gerais é de R $181,87. A mesma orientação em relação aos débitos do veículo vale em território mineiro. Ou seja, o comprador deverá se certificar de que o carro não tem pendências em multas e impostos atrasados.  A diferença em relação ao Rio de Janeiro e São Paulo é que em Minas o formulário de transferência pode ser preenchido no próprio site do DETRAN MG.

 

O prazo para conclusão de transferência de veículo, em qualquer estado, é de 30 dias. Se, após esse período, o processo não for finalizado, o vendedor passará a ser responsável solidário por futuras infrações que forem cometidas pelo veículo ainda em seu nome. Na próxima seção, entenda como o processo de transferência de veículos é feito em outras regiões do país.

 

Dupla transferência

 

Dupla transferência é quando uma pessoa compra um veículo mas, antes de registrar-se como o novo proprietário, já o está repassando a outra pessoa. Dentro dos procedimentos do Detran, não há nenhuma dupla transferência, mas apenas duas transferências regulares.

 

Ou seja, primeiro o veículo tem a propriedade transferida para o dono atual, e só então é possível fazer a nova transferência, para o comprador.  São pagas duas taxas e em ambos os casos, é claro, os débitos do veículo precisam ser quitados.

 

Bom, todo o processo de transferência precisa ser cumprida de acordo com o Departamento de Trânsito de cada estado, nesse artigo pudemos verificar alguns exemplos, mas é preciso estar atento a cada detalhe. Nós  da On Truck buscamos informações confiáveis a ser passado para você leitor.

 

Canal On Truck

 

Siga o Portal On Truck nas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram e Linkedin. Acompanhe também os nossos vídeos em nosso Canal no Youtube e receba as notícias diárias em nosso Grupo de WhatsApp.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários