Domingo, 24 de Outubro de 2021
Artigos Perigo nas estradas

Quebra de asa: não assuma esse risco nas rodovias!

Saiba os motivos de não fazer essa manobra arriscada para a sua vida e de terceiros

08/10/2021 às 19h20 Atualizada em 08/10/2021 às 20h06
Por: Micaela Lisboa
Compartilhe:
Reprodução/Internet
Reprodução/Internet

Você que é motorista de caminhão com certeza já ouviu falar ou até mesmo já viu a prática da manobra Quebra de Asa. Praticado ainda por muitos caminhoneiros, a ação causa inúmeros acidentes nas estradas brasileiras. Além de trazer perigo para o condutor e os companheiros de estradas, pode trazer consequências financeiras como estragos sérios no caminhão, multas altíssimas e até prisão. 

 

Você já deve ter visto em reportagens sobre tal manobra, em que os caminhões ficam em "ziguezague" de um lado para o outro nas estradas para que a carroceria fique meio que flutuando, ou seja, a fim de contorcer todo o veículo. Sim, acredite, existem motoristas que veem isso como algo legal e se prestam a esse papel! Outra prática que anda acontecendo é o de jovens entrando na frente dos caminhões em alta velocidade nas estradas, forçando o motorista a jogar o veículo para o lado, como forma de desvio. 

 

Ao balançar a carroceria de um lado para o outro, podem ser causados acidentes como tombamento, também ao contorcer o veículo pode causar danos como quebrar as molas da suspensão, ao tirar os pneus do solo pode gerar desgastes nas laterais, perda da carga, tirando que é uma manobra extremamente perigosa, pois coloca em risco a vida de muitos. 

 

Pura irresponsabilidade, hein!

 

Para que você saiba mais o que é, quais os danos e perigos, infrações, etc, nós do portal On Truck trouxemos esse tema neste artigo para que você possa tomar cuidados e incentivar boas maneiras no trânsito!

 

Aqui você encontra:

 

 

O que a Lei diz sobre a quebra de asa?

 

Logo de cara, te dizemos: quebra de asa é categorizada como um crime de direção perigosa. O artigo Art. 174 esclarece bem o que é esse crime. “Promover, na via, competição, eventos organizados, exibição e demonstração de perícia em manobra de veículo, ou deles participar, como condutor, sem permissão da autoridade de trânsito com circunscrição sobre a via”.

 

Em palavras mais diretas, é um crime inafiançável em que o motorista pode responder em regime fechado.  E é ainda pior se o motorista que fizer a “gracinha” provocar algum acidente envolvendo outros veículos e, mais grave ainda, se houver vítimas. O crime pode ser considerado uma tentativa de homicídio com a intenção de matar

 

Em situações onde exista mais de um caminhão fazendo a disputa dessa manobra nas estradas, a punição passa a ser considerada a de envolvimento em racha. A pena pode variar entre seis meses e dois anos de prisão.

 

Veja também: É perigoso arquear o seu caminhão?

 

Como fazer para coibir a manobra quebra de asa

 

Muitas transportadoras têm buscado formas de coibir tais práticas, a fim de evitar prejuízos. Para que a empresa possa comprovar a realização da “quebra de asa”, encaminhar o caso à Polícia Rodoviária e prevenir novas ocorrências, é necessária a instalação de câmeras de segurança próprias para caminhões.  As câmeras são responsáveis por gravar todas as imagens internas e externas do veículo para que depois as empresas tomem as medidas cabíveis.

 

Geralmente, os motoristas costumam realizar esse tipo de manobra arriscada nas rodovias com menos fiscalização da Polícia Rodoviária e com uma movimentação menor, para que não sejam pegos em flagrante e ninguém denunciar a “brincadeirinha” inconsequente. 

 

Há rodovias em que o motorista pode percorrer cerca de 400 quilômetros sem encontrar um posto de fiscalização. Existem casos de alguns desses infratores que trabalhavam para transportadoras que foram identificados e demitidos de seus empregos. 

 

Créditos/Reprodução: Jovens colocam a vida em risco no Espírito Santo

 

Multa por fazer uma das manobras mais graves do CTB

 

Manobrar perigosamente um veículo é considerado uma das mais graves do Código de Trânsito Brasileiro. E a multa é bem salgada:  R$ 2.934,70, já que é fator multiplicador por dez.

 

Como trata-se de uma situação de gravidade altíssima, entendeu-se que era necessária uma penalidade muito maior para evitar essas infrações, por isso, o multiplicador por dez. Assim, evita-se também os riscos de morte em acidentes de trânsitos causados por essas manobras.

 

Matéria a respeito da quebra de asa:

 

Artigo 173: veja o que o trecho sobre manobras perigosas

 

Infração – gravíssima. Penalidade – multa (dez vezes), suspensão do direito de dirigir e apreensão do veículo. Medida administrativa – recolhimento do documento de habilitação e remoção do veículo.

 

Além do valor alto da multa, você também pode ter a carteira de habilitação suspensa e o veículo apreendido. Caso a infração seja rescindida em um ano, a multa será o dobro, ficando em R$ 5.869,40. 

 

Caro leitor motorista que nos acompanha aqui no portal On Truck, nós dizemos para você: não faça isso! Além de doer no bolso, coloque na balança as consequências da manobra. Ou você vai querer que aconteça acidentes irreversíveis?

 

Até a próxima!

 

Siga o Portal On Truck nas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram e Linkedin. Acompanhe também os nossos vídeos em nosso Canal no Youtube e receba as notícias diárias em nosso Grupo de WhatsApp.

 

 

 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários