Terça, 07 de Dezembro de 2021
Artigos Vida do caminhão

Entenda a importância da manutenção preventiva do caminhão

O uso constante do veículo faz com que ele se torne mais suscetível a apresentar falhas

17/10/2021 às 10h38
Por: Micaela Lisboa
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Você sabe o quanto é preciso manter o seu caminhão sempre em bom estado, não é verdade? Para que o seu veículo — também conhecido como o seu ganha-pão — fique em bom estado e evite estar por dias em manutenção, é preciso investir na manutenção preventiva.

 

A manutenção preventiva é a forma mais eficiente e econômica de garantir maior durabilidade da frota dos veículos. Como o próprio nome já sugere, trabalhar de maneira preventiva é uma forma de ficar atento e evitar que pequenos problemas possam se tornar maiores ou ter que deixar o veículo parado por um tempo. 

 

Sem trabalho = sem dinheiro!

 

E nós não queremos que isso aconteça com você! Por isso que nós preparamos este artigo. o portal On Truck quer que você fique atento para não ter que parar! Acompanhe!

 

Aqui você encontra: 

 

 

Qual o objetivo maior da manutenção preventiva? Ou quais?

 

Podemos afirmar que manter o bom estado de conservação dos veículos permite obter várias vantagens. Exemplos são efetuar as entregas no tempo determinado, evitar gastos com imprevistos relacionados a danos na máquina, ter um caminhão que trabalhe em ótima performance e muitos outros mais.

 

Isso porque, como o próprio nome sugere, essa reparação trabalha de forma preventiva, antecipando a troca e a substituição de componentes. Dessa maneira, você evita que pequenos problemas possam se agravar e comprometer outros sistemas do caminhão, gerando a interrupção do uso. 

 

 

Sinais de que o veículo precisa de manutenção

 

Você sabia que o seu veículo fala? Sim, é isso mesmo! Durante o uso do caminhão é preciso estar atento a esses sinais de que já está na hora daquela manutenção. O procedimento de manutenção é essencial para analisar inúmeros componentes Por isso, é importante saber mais sobre cada um deles e entender quais devem ser obrigatoriamente checados.

 

Quando o caminhão começa a chegar ao fim, não há peças novas ou consertos que tragam uma mudança duradoura. Sempre analise por quantos quilômetros e quantos anos você conseguiu aproveitar o seu atual caminhão. É um número considerável? Então, uma opção pode ser apenas adquirir um modelo mais moderno do mesmo veículo. Caso contrário, é mais interessante procurar outra montadora, mais potente e de mais qualidade do que a anterior.

 

Abaixo, vamos falar um pouco mais sobre alguns desses sinais:

 

Barulhos estranhos

 

Seu caminhão é seu companheiro na estrada, sua segunda casa. Assim, ao longo dos anos ao lado dele, você aprenderá a entendê-lo por meio dos sons e sinais emitidos pelo veículo. Ou seja, você sabe quais barulhos, luzes e outros detalhes seu caminhão faz quando está rodando bem como deveria.

 

Talvez alguma coisa esteja fora do lugar ou não mais dando conta do recado, fazendo com que você escute barulhos estranhos ao frear, ao virar ou ao trocar a marcha, por exemplo. Se isso acontecer, cheque o veículo imediatamente. Mas lembre-se: consertos podem até fazer o som sumir por algum tempo, mas ele logo retornará, pois é um indício de que está na hora de trocar o caminhão.

 

Líquidos vazando

 

Assim como os barulhos estranhos, os líquidos vazando também são um forte indício de que algo não vai bem no motor do caminhão. Nenhum vazamento pode ser ignorado, mas alguns são mais perigosos do que outros. Um dos vazamentos de líquidos mais comuns em veículos é o de óleo.  — facilmente identificável por sua cor preta bem escura. Ele não é um perigo imediato para você e até uma ameaça aos animais, que podem ingeri-lo sem falar na contaminação do solo. Portanto, o vazamento deve ser imediatamente sanado.

 

Quando o gás vaza, por outro lado, você logo perceberá o cheiro característico da substância. Fique atento para a localização do vazamento que, nesse caso, costuma ficar na parte traseira do veículo. Agora, se o que estiver vazando for o fluido de freio, que é amarelo e um tanto grosso, a situação se torna mais emergencial.

 

Afinal, se você rodar com pouco fluido de freio disponível, a direção torna-se arriscada e um acidente pode acontecer a qualquer momento. O mais indicado, portanto, é que você pare o veículo e solicite ajuda imediatamente. O mesmo procedimento vale nos casos de vazamento do fluido de transmissão, de cor vermelha. Quando há falta dele no motor, o atrito entre as peças pode elevar-se e estragar o veículo.

 

Filtros

 

Os filtros de óleo, de combustível e de ar do motor devem ser trocados conforme as recomendações dos fabricantes, sempre por produtos originais. Ainda, o filtro de ar deve ser trocado quando estiver muito sujo, com aparência escura. Com o uso intenso, a tendência é que seu tempo de vida útil diminua.

 

Para facilitar o trabalho e garantir que não aconteça nenhuma danificação no filtro de óleo durante a instalação, é essencial contar com uma chave saca-filtro. Sua operação é simples e seu custo bastante baixo.

 

 

Manutenção corretiva e preditiva 

 

Existem várias modalidades de manutenção, como é o caso da corretiva e da preditiva. A corretiva é aquela que é executada quando o problema principal já aconteceu. Por isso, deve ser evitada, já que demanda um maior custo de reparação. 

 

Sendo assim, a manutenção corretiva tem caráter emergencial, tendo como principal objetivo resolver os danos de equipamentos o quanto antes para evitar paradas de produção. Apesar de sua eficiência, muitas empresas só realizam o conserto depois que a falha já ocorreu, esquecendo da importância do investimento na manutenção preventiva para evitar as falhas.

 

Na preditiva, há a substituição de peças que já se encontram no prazo final de vida útil. Nesse caso, é feita a troca de componentes quando é apresentado o menor sinal de falha ou defeito. Ao avaliar todos os tipos, percebe-se que, no caso de frotas de caminhão, a preventiva é a mais adequada aos objetivos do negócio.

 

Entre outros pontos importantes, a manutenção preditiva busca:

  • Evitar paradas forçadas;

  • Aumentar a confiabilidade no maquinário;

  • Eliminar a necessidade de manutenção corretiva;

  • Maximizar o tempo disponibilidade do maquinário;

  • Potencializar a vida útil de máquinas e equipamentos;

  • Evitar necessidade de reparos ou desmontagem de equipamentos;

  • Descobrir potenciais falhas que possam interromper a produção. 

 

Com isso, se a estratégia de manutenção preditiva for aplicada com sucesso e de maneira contínua, a chance de intervenções que prejudiquem a produtividade é muito baixa.

 

 

Onde levar seu veículo?

 

Podemos ressaltar que os veículos novos já vêm com um cronograma de revisões definido de fábrica, sendo sua responsabilidade apenas respeitar os prazos indicados. Em ambos os casos, a presença de um mecânico de confiança faz toda a diferença na qualidade das manutenções do seu caminhão, além de levar na seguradora do veículo.Além disso, a utilização de peças originais deve ser uma prioridade.

 

Não passe mais aperto, hein! Faça regularmente a manutenção preventiva do seu pesadão!

 

Até a próxima! 

 

 

Siga o Portal On Truck nas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram e Linkedin. Acompanhe também os nossos vídeos em nosso Canal no Youtube e receba as notícias diárias em nosso Grupo de WhatsApp.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários