Quinta, 02 de Dezembro de 2021
Mulheres na Boleia Diversidade

Mulheres na liderança das linhas de produção da CNH Industrial

Na liderança das áreas de Produção da IVECO (Leves) e da FPT Industrial (Motores) estão duas mulheres

06/11/2021 às 09h04
Por: Redação Fonte: CNH Industrial
Compartilhe:
Foto: Jeanie-Goncalves/CNH
Foto: Jeanie-Goncalves/CNH

Nas linhas de produção do complexo industrial da CNH Industrial em Sete Lagoas (MG) são produzidos veículos comerciais, para o transporte de passageiros e motores. Na liderança das áreas de Produção da IVECO (Leves) e da FPT Industrial (Motores) estão duas mulheres. A empresa, que assumiu um compromisso público com a Diversidade, desenvolve ações de fomento e possui metas concretas que incluem a equidade de gênero, contribuindo para a quebra de paradigmas em um dos setores tradicionalmente dominados por homens.

 

Jeanie França Gonçalves trabalha na CNH Industrial há mais de nove anos na área de logística e foi recentemente promovida à gerente de manufatura da IVECO, sendo responsável pela área de montagem final de caminhões leves. Ela ainda comanda o pilar Logística dentro do conceito World Class Manufacturing (WCM). “Estou honrada e muito feliz com o desafio de comandar uma equipe com tantos colaboradores talentosos. Juntos, vamos manter a IVECO entre os grandes players do mercado produzindo veículos que atendem as necessidades de diferentes tipos de segmento do transporte”, afirma Jeanie.

 

Helen Lúcia Martins de Lúcio tem 23 anos de experiência em logística industrial na CHN Industrial e recentemente assumiu a gerência de manufatura da planta da FPT Industrial, que produz sistemas de powertrain para veículos on-road, off-road, aplicações marítimas e de geração de energia. “É um desafio e uma satisfação estar a frente da produção de uma marca com DNA tão inovador e soluções Multi-Power. Nós, da FPT, acreditamos que a excelência e a qualidade dos nossos produtos só podem ser alcançadas com uma equipe talentosa e competente. Fico muito grata em fazer parte desse time”, comemora Helen. Essas não são exceções. Atualmente 16% de liderança da empresa no Brasil é composta por mulheres, um índice considerado alto para o segmento.

 

Foto: Helen Lúcia Martins

 

A CNH Industrial promove iniciativas de diversidade e inclusão em diferentes eixos, sendo o de gênero um dos mais desafiadores. O setor automotivo é visto como um segmento masculino e, desde 2016, o grupo atua fortemente com iniciativas para mudar esse cenário, que vão de treinamentos e ações de desenvolvimento, como mentorias e coaching de liderança feminina, até revisão de processos de recrutamento, remuneração e sucessão, planos de retenção de talentos e apoio à maternidade, entre outros.

 

“Trilhamos bem esse caminho em uma jornada que ainda será longa, mas trabalhamos para que esse movimento ganhe cada vez mais força. É nossa responsabilidade deixar um legado para o nosso setor”, diz Izidro Penatti, diretor do Complexo Industrial da IVECO em Sete Lagoas. 

 

Para garantir a evolução das ações e resultados, a empresa criou no ano passado uma estratégia de Diversidade e Inclusão com metas até 2024. Entre elas, aumentar 50% (versus 2019) o número de mulheres gerentes e aumentar em 15% o número de mulheres envolvidas em iniciativas de liderança ano a ano.

 

Destaque em Diversidade de Gênero

 

A empresa é reconhecida pelos seus esforços na promoção da diversidade. No eixo de equidade de gênero, pelo terceiro ano consecutivo, a CNH Industrial foi destaque no Prêmio AB Diversidade em 2021. A iniciativa da MHD Consultoria, em parceria com a editora Automotive Business, tem a proposta de destacar as boas práticas de empresas do segmento automotivo em relação à diversidade e à inclusão. A companhia foi reconhecida na categoria “Gênero – Melhor Conjunto de Indicadores na Liderança” pelo número de mulheres em posições de liderança no quadro de funcionários.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários