Quinta, 02 de Dezembro de 2021
Startup e Inovação Inovação

Caminhão Xingtu é o concorrente chinês para enfrentar o novo Tesla Semi

Empresa chinesa DeepWay acaba de apresentar o Xingtu, um caminhão elétrico e autônomo

09/11/2021 às 09h43 Atualizada em 09/11/2021 às 11h01
Por: Redação Fonte: Estadão
Compartilhe:
Foto: Reprodução Internet
Foto: Reprodução Internet

O DeepWay Xingtu foi apresentado na China como a maior atração desenvolvida este ano para o transporte de carga asiático. Isso porque o caminhão pesado, 100% elétrico chega para disputar o mercado com o Tesla Semi. Pelo menos nos países asiáticos.

 

Seja como for, o DeepWay Xingtu é fruto de uma joint venture criada pela Baidu (o Google chinês) e a Lionbridge (empresa de serviços de geolocalização). Dessa forma, a DeepWay se concentra no desenvolvimento e fabricação de caminhões elétricos com alto nível de inteligência embarcada. Assim como a Tesla. Aliás, o desenho do Xingtu futurista, remete o seu principal rival.

 

A DeepWay desenvolveu uma solução elétrica e inteligente. O caminhão é também autônomo. Por isso, acredito que estamos fazendo a nossa contribuição trazendo ao mercado uma solução eficiente?, afirma o presidente e CEO da Lionbridge e CEO da DeepWay, Wan Jun.

 

Autonomia do Xingtu é inferior ao do Tesla

 

Os projetistas queriam que o Xingtu fosse um caminhão com coeficiente de arrasto muito baixo, chegando a 0,35 (o Tesla Semi tem 0,36), o que permite aumentar a autonomia de seu sistema de propulsão. Nesse sentido, o caminhão 100% elétrico conta com um conjunto de baterias de 450 kWh com tecnologia de fosfato de ferro-lítio.

 

De acordo com a engenharia da DeepWay, o alcance de autonomia é de 300 km. Isso com o caminhão carregado no máximo com 49 toneladas de peso bruto total (PBT). Portanto, bem abaixo dos quase 1.000 km que o modelo da Tesla promete.

 

 

Porém, a novidade fica por conta do tempo de carga. Ou na reposição das baterias. Ou seja, o Xingtu pode se conectar a um carregador ultrarrápido. E receber 100% de sua energia em apenas uma hora. Mas ainda há a opção de o motorista trocar suas baterias. Ação que segundo o fabricante ocorre em apenas seis minutos. Para comparação, encher um caminhão com apenas um tanque convencional de diesel leva em torno de cinco minutos.

 

Automação

 

Ademais, o DeepWay Xingtu traz o chamado sistema Highway Intelligence (HIS). Isso significa que o caminhão conta com 10 câmeras a bordo, bem como radares e três detectores de longo alcance. Assim, com a ajuda de algoritismos avançados, o Xingtu trafega de forma autônoma e sem a necessidade de intervenção do motorista. Já que sua capacidade de percepção à ação ocorre em apenas meio segundo.

 

O Xingtu chega ao mercado a partir de junho de 2023. Segundo o CEO da DeepWay não há imprevistos no projeto, tampouco na preparação da linha de produção. Portanto, dificilmente a data de lançamento será cancelada. Diferente de Elon Musk, da Tesla, que mudou a data de lançamento do Semi algumas vezes. Em comunicado ocorrido em julho, a Tesla anunciou que o Semi chega no ano que vem. Mas não cravou uma data.

 

 

Siga o Portal On Truck nas redes sociais. Estamos no FacebookInstagram e Linkedin. Acompanhe também os nossos vídeos em nosso Canal no Youtube e receba as notícias diárias em nosso Grupo de WhatsApp

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários