Quarta, 25 de Maio de 2022
Infraestrutura Restauração

O governo do Estado inicia a restauração de 11km da MS-480, em Batayporã

Governo do Estado deu início, na segunda-feira (06), a obra de restauração da MS-480, em Batayporã

08/12/2021 às 09h40 Atualizada em 08/12/2021 às 09h55
Por: Redação Fonte: Secom Mato Grosso do Sul
Compartilhe:
Foto: Reprodução Internet
Foto: Reprodução Internet

Com a ordem de serviço assinada, o Governo do Estado deu início, na segunda-feira (06), a obra de restauração da MS-480, em Batayporã, mantendo em andamento os investimentos em infraestrutura nas rodovias que cortam o Mato Grosso do Sul.

 

A rodovia liga Mato Grosso do Sul a São Paulo, passando pelo Rio Paraná. De acordo com a Agência Estadual de Gestão e Empreendimentos (Agesul), os serviços de restauração, melhoramento e adequação da capacidade de tráfego, segurança e drenagem da rodovia foram iniciados no trecho da Barragem de Porto Primavera. 

 

Com investimento de R$ 6.971.362,08, de recursos do Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de Mato Grosso do Sul (Fundersul), serão restaurados 11,035 KM da rodovia e a obra deve ficar pronta em 180 dias. "Ao melhorar o fluxo e a segurança nesta rodovia estamos proporcionando bem-estar, segurança, desenvolvimento para a população não apenas do município, mas de todo o Estado", destacou o secretário de Estado de Infraestrutura, Eduardo Riedel.

 

Atenção aos motoristas

 

Para quem trafega pela região, é necessária atenção redobrada já que a equipe da empresa responsável pela obra está na pista realizando os serviços. A rodovia opera no sistema pare e siga à medida em que a obra avança.

 

 

Siga o Portal On Truck nas redes sociais. Estamos no FacebookInstagram e Linkedin. Acompanhe também os nossos vídeos em nosso Canal no Youtube e receba as notícias diárias em nosso Grupo de WhatsApp

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários