Terça, 16 de Agosto de 2022
Infraestrutura Recuperação

Estado do RS conclui recuperação da ERS-223, na região noroeste

Governo do Estado concluiu a restauração da ERS-223, entre os municípios de Ibirubá e Tio Hugo, na região noroeste

08/12/2021 às 09h40 Atualizada em 08/12/2021 às 10h57
Por: Redação Fonte: Secom Rio Grande do Sul
Compartilhe:
Foto: Reprodução Internet
Foto: Reprodução Internet

O governo do Estado concluiu a restauração da ERS-223, entre os municípios de Ibirubá e Tio Hugo, na região noroeste. Os serviços renovaram as condições de tráfego em 12 quilômetros do trecho.

 

As obras integram o Contrato de Recuperação e Manutenção de Rodovias (Crema) e contaram com investimento de R$ 14,1 milhões do Tesouro do Estado.

 

"Recuperamos uma rota estratégica para o agronegócio, por onde escoa parte importante da safra de soja e milho do noroeste do Estado", afirma o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella. "Com a ERS-223 revitalizada, estamos ajudando a impulsionar a economia de uma das principais regiões produtoras do Rio Grande do Sul", acrescenta.

 

Iniciadas em agosto deste ano, as atividades – executadas pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) – incluíram a restauração do pavimento e da sinalização.

 

“As ações realizadas neste ano complementaram as intervenções que haviam sido feitas em 2020, resultando em uma rodovia com a pista íntegra”, destaca o diretor-geral do Daer, Luciano Faustino. “Por meio dessas obras, conseguimos aumentar a vida útil do pavimento, garantindo um deslocamento seguro para os usuários”, complementa.

 

No total, R$ 20 milhões foram liberados para o programa Crema, que também prevê obras de recuperação de segmentos da RSC-153, ERS-332, ERS-142 e BR-386.

 

 

Siga o Portal On Truck nas redes sociais. Estamos no FacebookInstagram e Linkedin. Acompanhe também os nossos vídeos em nosso Canal no Youtube e receba as notícias diárias em nosso Grupo de WhatsApp

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários