Quinta, 20 de Janeiro de 2022
Curiosidades História da estrada!

A empresa automobilística brasileira Agrale

A gaúcha mostra a capacidade brasileira no quesito fabricação de automóveis

18/12/2021 às 11h23 Atualizada em 18/12/2021 às 11h30
Por: André Baioff
Compartilhe:
Reprodução/Agrale
Reprodução/Agrale

Chegando aos seus quase 60 anos de vida, a empresa Agrale faz parte da nossa indústria automobilística. A gaúcha que começou suas atividades voltadas ao campo, durante sua trajetória, foi abrindo espaço também nas ruas.

 

Desde tratores agrícolas a motocicletas, a Agrale mostrou toda a sua versatilidade em automóveis, mostrando a capacidade da indústria do setor automobilístico Brasil afora.

 

Vem ler esse artigo que está pra lá de bom!

 

Aqui você encontra:

 

 

O que é o caminhão Agrale

 

A Agrale é uma montadora nascida em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul. Quem a fundou foi Francisco Stédile, na década de 1960. Inicialmente, seu nome era AGRISA que, à época, construía tratores para a alemã Bungartz, depois passou a fazer para a Deutz-Fahr.

 

Dessa forma, a empresa automobilística abriu caminho no setor rural da economia do país, passando a crescer cada vez mais no ramo e tomando popularidade. Até que, em 1982, partiu para uma nova fase: a comercialização de caminhões leves.

 

Conhecendo um resumo da história da Agrale, vamos ver quais foram os seus primeiros modelos de caminhões no próximo tópico!

 

Veja também: Você conhece a história do Scania L 75?

Veja também: FNM os primeiros caminhões fabricados no Brasil

 

Primeiros modelos de caminhões

 

TX 1100 foi o primeiro modelo da marca. Era equipado com motor diesel da própria Agrale, mas com apenas dois cilindros. E o sucesso foi quase imediato: chegando a vender 200 unidades no primeiro ano.

 

E é óbvio que ela não parou por aí, tendo como consequência, a decisão de lançar mais dois modelos: 1600 e 1800. Mesmo assim, em comparação com as montadoras internacionais, a Agrale andava a ritmos lentos, mas, mesmo assim foi ampliando gradualmente a sua linha de caminhões leves.

 

Porém, isso não foi empecilho para a empresa. Ela continuou a alçar novos modelos e, também, para outros tipos de veículos. Como vamos ver no próximo tópico!

 

 

Produção de motocicletas

 

Isso mesmo! Em parceria com uma montadora italiana, a Agrale passou a produzir também modelos de motocicletas. 

 

Isso aconteceu entre 1984 e 1997, firmando-se, assim, no segmento de off-road com os modelos SXT e o Elefant. Entusiastas dessas motocicletas recordam-se até hoje!

 

 

Quais outros tipos de automóveis que a Agrale produzia?

 

A empresa gaúcha não esqueceu de suas raízes, mesmo produzindo caminhões leves e motocicletas. A linha de tratores agrícolas, a qual iniciou as suas atividades, continuava sendo o forte da empresa, gerando mais séries de modelos com várias potências, pesos e aplicações, para vários tipos de demandas.

 

Mas ela não parou por aí. No fim dos anos 1990, entrou no segmento de ônibus e micro-ônibus em parceria com a Marcopolo, criando a Volare. Outro ponto de partida nesse período foi o de implementar o processo de inovação nesses dois segmentos, sendo a primeira a fabricar um cavalo mecânico leve, o modelo 8500 TR.

 

E… boom!

 

Tornou-se a queridinha das autoescolas que ministravam cursos de certificação para motoristas de carreta.

 

E aí, o que achou de saber um pouco da história da Agrale? Bacana, hein!?

 

Agora a gente conta com você para compartilhar nos grupos de Zap e Facebook que nós queremos saber quem mais conhecia essa história!!

 

Até a próxima!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários