Sábado, 22 de Janeiro de 2022
Infraestrutura Revitalização

Piauí terá todos os 224 municípios interligados por asfalto em 2022

Investimentos dos PRO Piauí melhoram as condições de transporte com obras de estradas, mobilidade urbana e aviação regional.

31/12/2021 às 13h18 Atualizada em 31/12/2021 às 13h54
Por: Redação Fonte: Secom Piauí
Compartilhe:
Foto: Reprodução Internet
Foto: Reprodução Internet

O Governo do Estado implementa, nos 224 municípios piauienses, uma séria de ações e obras por meio do Programa de Desenvolvimento Econômico e Social, o PRO Piauí. Em 2021, ano em que o programa se consolidou, o Estado fecha com o valor de mais de R$ 1,2 bilhão (podendo chegar a R$ 1,3 bilhão) investidos em todo o Piauí. Para o próximo ano, é esperado um valor superior a ser investido, R$ 1,5 bilhão.

 

Nesse sentido, o PRO Piauí já é considerado o maior programa de investimentos da história do estado, seja em volume de recursos, seja em quantidade de obras e ações executadas simultaneamente nos 224 municípios piauienses.

 

Segundo o secretário de Estado da Fazenda e coordenador do PRO Piauí, Rafael Fonteles, em 2021 houve o maior nível de investimento da história do Piauí em um único ano. Em novembro, de acordo com o gestor, esse recorde já tinha sido alcançado, com um total de R$ 1,1 bilhão em investimentos.

 

Segundo o gestor, hoje, o Estado colhe os frutos e vive o melhor momento econômico e fiscal da história. “É um bom momento econômico-fiscal que o Estado passa. Dessa forma, podemos corresponder às demandas dos moradores de cada um dos 224 municípios do Piauí com investimentos. Investimento é tudo aquilo que resolve problemas da população: hospital, escola, asfaltamento de ruas, rodovia. Tudo isso a gente chama de investimento”, explica o coordenador do PRO Piauí.

 

Investimentos em infraestrutura mudam a realidade do estado

 

Os investimentos do PRO Piauí são nas áreas da saúde, educação, segurança, social, infraestrutura, modernização, parcerias público-privadas (PPPs) e atração de investimentos. A face mais visível do programa são os investimentos em infraestrutura, com obras em rodovias, mobilidade urbana, abastecimento, saneamento e melhorias em equipamentos públicos, esportivos, culturais e de lazer.

 

É por meio do PRO Piauí que está sendo possível a implementação do Plano Estadual de Recuperação e Implantação de Novas Rodovias. Esse planejamento permite a restauração dos trechos desgastados dos mais de 6 mil quilômetros de rodovias estaduais asfaltadas e também a pavimentação de novas estradas.

 

Foto: Flauber Marques
Foto: Flauber Marques

 

Mais de 4 mil quilômetros de rodovias já existentes estão sendo recuperados e recebem investimentos de mais de R$ 800 milhões para restauração, reconstrução, conservação e operação tapa-buraco. Já na pavimentação de novas rodovias estão sendo investidos R$ 400 milhões. Somados, será R$ 1,2 bilhão investido pelo programa em estradas até o fim do mandado do governador Wellington Dias.

 

Com esses investimentos, o Piauí chega este ano próximo ao marco de ter todos os 224 municípios interligados por asfalto. Isso porque o Estado está em fase avançada das obras de pavimentação da PI-256, que liga os municípios de Curimatá a Morro Cabeça no Tempo.

 

O governador Wellington Dias destaca que a pavimentação dessa rodovia tem um significado histórico. “Com a conclusão, completaremos 100% dos municípios interligados por asfalto no Piauí. Isso gera mais segurança e benefícios para todo os 224 municípios do estado. Quando assumi o primeiro mandato, em 2003, só tínhamos 66 municípios integrados por asfalto, cerca de 1.500 km e em uma situação muito ruim. Agora, são mais de 6.500 km de rodovias asfaltadas em todo o estado”, ressaltou o gestor.

 

Além de chegar a esse marco, o Governo do Piauí também pavimenta outras vias que permitem encurtar distâncias entre os municípios, em diferentes regiões, dando mais opções de acesso às cidades. É o caso da pavimentação da PI-215, no trecho entre os municípios de Campo Maior e Coivaras. A estrada era carroçal e agora vai passar da lama e da poeira para uma nova realidade.

 

Também recebem asfalto pela primeira vez, a PI-120, no trecho entre a PI-115, em São Miguel do Tapuio, a Pimenteiras. Com investimentos da ordem de quase R$ 31 milhões, a pavimentação da via permitirá a interligação entre o norte e o sul piauiense.

 

Neste ano, também foram iniciadas as obras de pavimentação da PI-110, que liga Miguel Alves a Barras, com 77 km de extensão. Na obra, estão sendo investidos mais de R$ 30 milhões.

 

Além de melhorar o acesso aos municípios piauienses, os investimentos também contemplam a pavimentação de rodovias que ligam o Piauí a outros estados, fortalecendo a integração regional e impulsionando as relações econômicas e sociais. É o caso da pavimentação asfáltica da PI-322, que foi inaugurada em outubro e liga o município piauiense de Buriti dos Montes, no norte do estado, à cidade cearense de Crateús, no Ceará. Já no Extremo Sul piauiense, o Governo do Estado trabalha na implantação de asfalto na PI-255, estrada que liga a cidade de Avelino Lopes, no Piauí, à divisa com a Bahia, no município de Buritirama.

 

A maior ligação econômica e social dos municípios piauienses é, sem sombra de dúvidas, com a capital Teresina. Seja para atividades como educação, comércio e saúde como para o acesso a serviços públicos ou de turismo, lazer e esportes. A chegada à capital tanto pelo norte como pelo sul piauiense já é uma nova realidade, sem engarrafamentos ou risco de acidentes. Isso graças à conclusão do processo de duplicação das BR-343, já entregue, no lado norte, como da BR-316, pelo lado sul.

 

Duplicação Br-316. Foto: Moises Saba
Duplicação Br-316. Foto: Moises Saba

 

A entrada/saída de Teresina para o norte do estado foi entregue no mês de agosto toda duplicada em 9,5 km, sinalizada e iluminada. Já a duplicação da BR-316, na entrada/saída para o sul do estado, os serviços estão praticamente finalizados, com a pista principal e pista marginal esquerda já concluídas e liberadas para o trânsito de veículos.

 

Outra obra que também facilita e melhoria e acesso a Teresina é a duplicação da PI-112, no fim da Avenida Presidente Kennedy, na rotatória de acesso ao Povoado Cacimba Velha, seguindo dois quilômetros em direção à cidade de União. A duplicação facilita o acesso a comunidades rurais que ficam na região e a PI-112 também dá acesso a outros municípios, como Davi Caldas, Miguel Alves e Porto do Piauí. Em uma segunda frente, os serviços seguem na recuperação da rodovia no trecho entre Teresina e União.

 

Mobilidade Urbana

 

Já aquela pavimentação que passa na porta da casa da pessoa, melhorando a situação da via em que mora, chega a todos os 224 municípios piauienses com obras de calçamento de ruas e avenidas, tanto na zona urbana como rural.

 

Em outra frente, mais 150 cidades piauienses recebem obras de pavimentação asfáltica de ruas e avenidas na zona urbana desses municípios.

 

“A gente vê a alegria dos moradores de cada comunidade urbana ou rural em receber uma obra de pavimentação. Isso muda a realidade. Acaba com a lama e a poeira e facilita a mobilidade”, destaca o secretário de Estado da Fazenda, Rafael Fonteles.

 

Foto: Moises Saba
Foto: Moises Saba

 

Investimentos incentivam a aviação regional no Piauí

 

Importantes aeroportos regionais do Piauí recebem investimentos do Governo do Estado para melhoria de suas estruturas. Passam por serviços os aeródromos de Oeiras, Floriano e Bom Jesus e está em fase de licitação o projeto para reforma dos aeroportos de Urucuí e Cajueiro da Praia. Já o de Picos está em frase de projeto para receber melhorias.

 

As melhorias vão dar as condições para que essas pistas de pouso e decolagem possam ter homologação para voos noturnos, abrindo a possibilidade de deslocamentos, sobretudo, em situação de urgência e emergência, como as remoções de pacientes realizadas pelo Samu Aéreo.

 

No total, serão 12 pistas de pouso e decolagem que vão receber pavimentação asfáltica. Os investimentos são majoritariamente do Tesouro Estadual.

 

Os investimentos incentivam a aviação regional, que já dispõe de dois aeroportos internacionais, o de Parnaíba e o de São Raimundo Nonato, e possibilitam deslocamentos tanto internos como de outras partes do Brasil e do mundo, nas áreas de negócios, turismo e saúde.

 

Obras do Aeroporto de Bom Jesus. Foto: Francisco Gilásio
Obras do Aeroporto de Bom Jesus. Foto: Francisco Gilásio

 

 

 

Siga o Portal On Truck nas redes sociais. Estamos no FacebookInstagram e Linkedin. Acompanhe também os nossos vídeos em nosso Canal no Youtube e receba as notícias diárias em nosso Grupo de WhatsApp.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários