Quinta, 20 de Janeiro de 2022
Fabricantes Segurança

Manutenção do carro em dia auxilia a diminuir custos de início de ano

Cuidado com os pneus garante segurança e impede multas

14/01/2022 às 09h50
Por: Redação Fonte: Dunlop
Compartilhe:
Divulgação/Dunlop
Divulgação/Dunlop

As contas de janeiro já são tradição, assim como os festejos que encerraram o ano anterior. Impostos como IPTU e IPVA, material escolar e outros gastos já fazem parte da planilha de muitas pessoas. Mas, o cuidado com o carro pode evitar alguns custos extras neste início de ano.

 

Em época do preço do combustível em alta, cuidar da manutenção do veículo ajuda a evitar multa por conduzir o veículo em mau estado de conservação, que é considerada grave. Segundo o Código Nacional de Trânsito, circular com os pneus carecas pode acarretar multa no valor de R$ 195,23, a perda de cinco pontos na carteira de motorista e acarretar a retenção do veículo no local da fiscalização até que o pneu seja trocado.

 

Como na hora de pagar o IPVA é preciso estar com as multas em dia, manter o carro em situação regular é um fator decisivo para não comprometer o orçamento no final do mês. Além disso, vale relembrar que pneus são itens de segurança do carro e possuem responsabilidade sobre o desempenho do veículo.

 

É altamente recomendada a inspeção cuidadosa dos pneus com frequência, identificando rapidamente a situação de desgaste – os famosos pneus carecas - e a substituição por um novo. Com isso, garante-se um rodar seguro, confortável e econômico.

 

“Pneus carecas são aqueles que perderam os sulcos circunferenciais e radiais, o "desenho" da banda de rodagem. O pneu careca não funciona como deveria na chuva, pois a água é drenada pelos sulcos. O carro passa a navegar sobre um colchão de água, principalmente em alta velocidade, a chamada aquaplanagem. Nesta situação, o condutor perde o controle da direção e a frenagem também é prejudicada, expondo-se a incidentes,” afirma Hugo Terazaki, gerente de engenharia pós-vendas da Sumitomo Rubber do Brasil.

 

Item essencial para a segurança dos veículos, os pneus possuem o TWI (Tread Wear Indicator), indicador de desgaste da banda de rodagem. Todo motorista deve ficar atento, pois quando o pneu chega nele, é hora de realizar a troca, evitando maiores problemas.

 

De acordo com a lei, o máximo que um pneu pode ter antes de ser considerado careca é chegar ao limite de 1,6 milímetros de profundidade na banda de rodagem. Por este motivo, os fabricantes deixam este indicador em destaque nos pneus.

 

“Fica proibida a circulação de veículo automotor equipado com pneu cujo desgaste da banda de rodagem tenha atingido os indicadores ou cuja profundidade remanescente da banda de rodagem seja inferior a 1,6 mm”. (artigo 4 - resolução 558).

 

“Neste período de início de ano é muito comum as pessoas se preocuparem com os gastos já tradicionais como IPTU, IPVA, material escolar, dentre outras despesas. Por isso, recomendamos que o veículo esteja sempre em boas condições de uso, tanto pela segurança que é de extrema importância, quanto para evitar multas como a de má conservação do veículo”, explica Rodrigo Alonso, diretor de vendas e marketing da Sumitomo Rubber do Brasil.

 

Por fim, com atitudes simples, como checar a pressão dos pneus toda vez que abastecer o carro, por exemplo, é possível ter mais tranquilidade, conforto e segurança, além de rodar mais quilômetros com a mesma quantidade de combustível. A Dunlop reforça que a correta checagem dos pneus diminui os custos de manutenção do veículo e aumenta a vida útil dos pneus, das rodas e do conjunto de suspensão.

 

 

Siga o Portal On Truck nas redes sociais. Estamos no FacebookInstagram e Linkedin. Acompanhe também os nossos vídeos em nosso Canal no Youtube e receba as notícias diárias em nosso Grupo de WhatsApp.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários