Sábado, 21 de Maio de 2022
Artigos Descanso

A importância de garantir o descanso dos caminhoneiros

Descansar também é uma responsabilidade da rotina de um caminhoneiro

07/02/2022 às 08h32
Por: André Baioff Fonte: Redação
Compartilhe:
Foto: Reprodução Internet
Foto: Reprodução Internet

Estresse, medo de assalto e perigos, atenção às estradas esburacadas são alguns fatores que deixam a rotina de qualquer caminhoneiro à flor da pele!

 

Por isso, descansar é um tópico primordial para não pular na rotina das estradas. Neste artigo, trouxemos esse assunto para que você tenha dicas de como aplicar no seu dia a dia!

 

Acompanhe!

 

Aqui você encontra:

  • Qual é a importância do descanso?

  • 4 dicas de como garantir o descanso dos caminhoneiros

  • 4 fatores para a colocar o descanso em 1º lugar

  • O que diz a Lei

 

Qual é a importância do descanso?

 

É comprovado que o ser humano só consegue manter um mesmo nível de atenção por algumas horas, sendo necessário realizar pausas para que o cérebro descanse e volte a manter o foco na estrada da forma como deveria.

 

Que caminhoneiros de todo o mundo estão sujeitos a desgastes por passar horas no volante, ninguém tem dúvidas. 

 

O que as pessoas precisam se conscientizar é sobre os problemas de saúde que alguns hábitos podem causar como, por exemplo, ficar sentado na mesma posição por muitas horas dificulta a circulação do sangue, principalmente nos membros inferiores.

 

O simples fato de dirigir exige esforço mental e atenção plena

 

O sono também é uma exigência corporal para que o profissional continue trabalhando de maneira adequada. Dessa forma, o descanso é essencial para evitar acidentes que, muitas vezes, são fatais.

 

4 dicas de como garantir o descanso dos caminhoneiros

 

Praticar algumas ações ajudam a garantir o descanso dos condutores dos pesadões, veja alguma delas: 

 

  1. Planeje o trajeto da viagem: planejar todo o trajeto da viagem é o passo inicial! Identifique as estradas pelas quais passará, assim como as cidades e municípios próximos. Também faça previsões sobre o horário de descanso.

 

  1. Identifique possíveis paradas com antecedência: faça um levantamento de todos os lugares com os quais você pode parar para descansar e a distância entre eles. Dessa forma, identifica durante a viagem se precisa fazer o descanso naquele momento ou se pode esperar a próxima parada.

 

  1. Confira a segurança dos locais: é essencial que, você caminhoneiro, conte com locais seguros para descansar, principalmente na hora de dormir. Verifique a presença de estacionamento, hotéis e postos de gasolina bem sinalizados nos locais indicados para evitar perigos nas estradas.

 

  1. Utilize a tecnologia a seu favor: existem sites e aplicativos que indicam as próximas paradas à beira da estrada e que suporte que cada uma delas pode oferecer a você. Utilize essas ferramentas a seu favor e garanta o seu descanso tranquilo após a jornada de trabalho.

 

4 fatores para a colocar o descanso em 1º lugar

 

  1. Dormir bem: é primordial ter uma noite bem dormida, com pelo menos 8 horas de descanso. E, sabemos bem, que ficar 10, 12 horas dirigindo ininterruptamente não é saudável e, por isso, é necessário ter boas horas de sono antes de seguir viagem.

 

  1. Driblar o estresse: todos sabem que a vida de caminhoneiro é bem estressante, não é verdade? Por isso, as paradas são os momentos ideais para aliviar a tensão, descontrair e recuperar algumas energias antes de seguir viagem. 

 

  1. Não sobrecarregar o corpo: O número de caminhoneiros com problemas cardíacos é bastante expressivo e são causados pelos maus hábitos adquiridos na vida da estrada, além dos citados acima. Por isso, ao sentir sinais de esgotamento, não hesite! Pare no local mais próximo!

 

  1. Esticar os músculos: ficar na mesma posição por muito tempo faz a gente sentir todos os nossos músculos e ossos! Por isso, a parada serve para fazer um alongamento, esticar tudo, sendo tão importante. Sempre que possível, tente fazer uma sequência!

 

O que diz a Lei

 

  1. Horas de trabalho

 

Com relação aos aspectos básicos da jornada de trabalho diária, a lei é bastante clara: a jornada deve ser de 8 horas diárias (44 horas semanais), podendo ser estendida por mais 2 horas/dia. Em alguns casos, mediante previsão em convenção ou acordo coletivo, a prorrogação poderá ser de até 4 horas.

 

É garantido ainda o direito a intervalo mínimo de 1 hora para refeição, podendo coincidir com o tempo de parada obrigatória (exceto em alguns casos, conforme § 5º do art. 71 da Legislação).

 

A profissão de caminhoneiro tem certa especificidade e dificilmente é possível cumprir um horário fixo para início e término da jornada, como é comum. No entanto, a contagem deverá ser feita independente disso: enquanto estiver exercendo sua função, deverá ser computado o tempo conforme indicado.

 

O controle da jornada é obrigatório tanto para os empregadores quanto os caminhoneiros, seja de maneira eletrônica ou manual (diário de bordo). Hoje em dia, existem diversas soluções tecnológicas que permitem o controle por meio de sistemas de rastreamento e monitoramento de jornada, por exemplo.

 

  1. Descanso

 

A obrigatoriedade do repouso também é destacada na legislação, que esclarece que para cada 24h trabalhadas, deverá ser cumprido um descanso de 11 horas, com ao menos 8 horas ininterruptas e as 3 restantes fracionadas, caso o motorista prefira.

 

Nos casos de viagens longas, com duração superior a 7 dias, o repouso deverá ser de 24 horas semanais, que não devem interferir no repouso diário de 11h – ou seja, o motorista deverá cumprir 35 horas, que podem ser usufruídas no retorno do motorista à base (matriz ou filial), em seu domicílio ou conforme oferecido pela empresa de acordo com as condições adequadas para o repouso.

 

Há ainda mais um ponto importante com relação ao descanso no volante: a lei proíbe que o motorista profissional de veículos de transporte rodoviário coletivo de passageiros ou de transporte de cargas dirija por mais de 5 horas e meia ininterruptas.

 

Para os veículos de transporte de carga, deve-se observar a cada 6 horas um descanso de 30 minutos, que podem ser fracionados, desde que não ultrapasse as 5 horas e meia. Para a condução de veículo rodoviário de passageiros, os 30 minutos valem para cada 4 horas na condução.

 

A lei esclarece ainda que o condutor só deverá iniciar uma viagem após o cumprimento integral das 11 horas de descanso diárias, explicitadas acima.

 

Você viu que o descanso é mega importante para fazer um bom trabalho como caminhoneiro, não viu? 

 

Não vai esquecer de dar um bom descanso!

 

Até a próxima!

 

 

Siga o Portal On Truck nas redes sociais. Estamos no FacebookInstagram e Linkedin. Acompanhe também os nossos vídeos em nosso Canal no Youtube e receba as notícias diárias em nosso Grupo de WhatsApp.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários