Terça, 24 de Maio de 2022
Artigos Classico

Caminhões clássicos: conheça o Volvo N10

O pesadão que teve estreia como o primeiro automóvel fabricado pela Volvo no Brasil

03/03/2022 às 08h32
Por: André Baioff Fonte: Redação
Compartilhe:
Foto: Reprodução Internet
Foto: Reprodução Internet

Qual a pessoa apaixonada pelos caminhões não gosta de saber as histórias dos clássicos que marcaram as estradas?

 

Todo mundo gosta!

 

Pensando nisso, hoje trouxemos um artigo para falar sobre o Volvo N10 que marcou gerações!

 

Então, acompanhe esta história!

 

Aqui você encontra:

 

História do Volvo N10

 

Todo clássico tem uma boa história para contar, não é verdade? O que não poderia ser diferente com o Volvo N10. 

 

Então, nós vamos te contar!

 

Imagina o Brasil da década 1970, um país que passava por graves crises econômicas. Por outro lado, o território brasileiro é continental e estava investindo em rodovias e estradas. Empresas automobilísticas viam isso como boa oportunidade para investir no transporte.

 

À época, já haviam fabricantes como a Mercedes-Benz, Scania, Chevrolet, Ford, Fiat, etc, bem estabelecidas na terra tupiniquim.

 

Embora atuasse aqui desde 1936, a Volvo só tomou a decisão de construir uma fábrica brasileira em 1977. A visão de futuro da marca sueca permitiu que um projeto de caminhão moderno estabelecesse a Volvo no topo da gama dos pesados. Assim, em 1979 a fábrica ficava pronta e em 1980 o primeiro N10 deixava a linha de produção.

 

E é isso que faz a Volvo ser considerada uma fabricante nova no Brasil.

 

Atributos do Volvo N10

 

À frente dos caminhões concorrentes em tecnologia, especialmente o Ford F22000, Mercedes-Benz LS1932, Fiat 190 e o Chevrolet D80, o Volvo N10 estava alinhado ao Scania LK140. A novidade sueca tinha moderno motor turbo TD 100A de 263 cv e câmbio de oito velocidades ZF Ecosplit (alta e baixa somando 16 velocidades).

 

O estilo era moderno com cabine semiavançada, espaçoso leito traseiro (para os padrões da época), painel completo e itens de segurança como o freio a ar comprimido com três sistemas independentes. A direção era hidráulica, muito leve, com esferas recirculantes usadas em modelos como o Ford Galaxie, referência neste quesito.

 

Peso bruto no eixo dianteiro é 6.500 kg, eixo traseiro de 13.000 kg, totalizando 19.500 kg; capacidade máxima de tração: 52.000kg.

 

O que aconteceu com o Volvo N10?

 

Assim, com todas estas características o N10 chassi 001 foi vendido por um concessionário em Santa Catarina. E assim o caminhão rodou por todo o país, quem sabe até na América do Sul, por pouco mais de 30 anos. Por uma questão histórica, a concessionária começou a procura pelo modelo até que ele fosse encontrado e o recomprou. O N10 1980 tem placa com inicial “I” o que indica que ele tenha rodado pelo Rio Grande do Sul.

 

Chamava a atenção o bom estado do caminhão. Mesmo bastante rodado como todo veículo desse porte, a boa manutenção o trouxe até os anos 2000 em pleno funcionamento. O veículo então foi escalado para estar na Fenatran 2019 mas seria restaurado. “Não foi necessário restaurar o caminhão. Para a Fenatran 2019 houve apenas uma repintura de cabine e chassi, além de outros detalhes estéticos”, disse um porta-voz da Volvo. A parte mecânica aliás, é original e só passou por pequenos ajustes. O trabalho de restauração durou dois meses.

 

Aliás, a Volvo lançou no evento uma série especial comemorativa alusiva aos 40 anos da marca no país. O modelo FH 6×4, tem motor de 540 cv e câmbio I-Shift automatizado. É imponente, mas o velho N10 roubou a cena.

 

Conhecia a história do lendário Volvo N 10? Legal, né? Mande nos grupos de Zap e Facebook para mais pessoas também conhecerem!

 

Até a próxima!

 

 

Siga o Portal On Truck nas redes sociais. Estamos no FacebookInstagram e Linkedin. Acompanhe também os nossos vídeos em nosso Canal no Youtube e receba as notícias diárias em nosso Grupo de WhatsApp.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários