Sexta, 20 de Maio de 2022
Artigos Aposentadoria

Aposentadoria Especial do Caminhoneiro pode ser um direito seu e você não sabe

Por isso, trouxemos este assunto para você saber pode ter o benefício

15/03/2022 às 09h47
Por: Redação Fonte: Redação
Compartilhe:
Foto: Reprodução Internet
Foto: Reprodução Internet

Fala, pessoal! Beleza?

 

Estamos aqui hoje com mais um assunto sobre o universo das estradas!

 

Você sabe o que é Aposentadoria Especial do Caminhoneiro? Não? Olha que isso pode ser um direito seu!

E esse é o assunto que nós vamos falar neste novo artigo do portal On Truck. O que é? Quem tem o direito? Qual o valor?

Tudo isso e muito mais você vai saber aqui!

 

Ficou curioso? Então, bora lá saber mais?

 

Aqui você encontra:

 

O que é Aposentadoria Especial do Caminhoneiro?

 

Antes de tudo, precisamos entender o que é aposentadoria especial!

 

Nada mais é do que um benefício previdenciário concedido ao trabalhador que fica exposto às situações prejudiciais à sua saúde de forma habitual e permanente. Então, dessa forma, é possível reduzir o tempo necessário para se aposentar e ainda há a possibilidade de somar os tempos de serviço trabalhados em regimes diferentes.

 

Até a Reforma da Previdência, os caminhoneiros podiam obter a aposentadoria especial com 25 anos de contribuição na função, independente da idade e sem a incidência do fator previdenciário. Após a reforma, as alterações na Aposentadoria Especial estipulam idade mínima de 60 anos e aposentadoria proporcional, mas ainda dá tempo de se aposentar pelas regras antigas.

 

E no caso dos caminhoneiros?

 

Para o caminhoneiro que começou a trabalhar jovem, a aposentadoria pode chegar entre os 44 e 55 anos de idade, pelas regras antigas da previdência. Esse tipo de aposentadoria vale para:

 

  • Caminhoneiros; 

  • Carreteiros; 

  • Operadores de muque; 

  • Motoristas de ônibus e similares; 

  • Para profissionais autônomos ou empregados regidos pela CLT.

 

Até 1995, bastava que o caminhoneiro tivesse CNH categoria C que o tempo especial já era comprovado.

 

Hoje em dia, as regras são mais exigentes. Além da comprovação da exposição à trepidação, à ruídos acima de 85 decibéis, o caminhoneiro terá que ter:

 

  • Perfil Profissiográfico Previdenciário (PPP): é o documento exigido pelo INSS que contém os agentes insalubres, os registros de saúde, laudos médicos, registros ambientais e outros;

 

  • Laudo Técnico das Condições Ambientais de Trabalho (LTCAT): é o laudo feito exclusivamente por Engenheiro de Segurança do Trabalho ou Médico do Trabalho que identifica a presença e a exposição dos trabalhadores a agentes físicos, químicos e/ou biológicos.

 

Também o validado o tempo da ativa por meio de:

 

  • Notas de frete;

  • Documentos de filiações a associações;

  • Recibos de pagamento como autônomo (RPA);

  • Carteira de trabalho;

  • Entre outros.

 

Se o caminhoneiro preencher todos estes requisitos e, mesmo assim, o INSS negar a aposentadoria especial, o profissional pode entrar com uma ação judicial.

 

O que fazer para ter acesso à Aposentadoria Especial do Caminhoneiro?

 

Você viu no tópico anterior o que é aposentadoria especial do caminhoneiro, com uma introdução dos quesitos para garantir o benefício. Resumindo: o trabalhador que ficou exposto à agentes insalubres têm esse direito em relação aos demais trabalhadores.

 

O que seria um agente insalubre? São, basicamente, os dois agentes:

 

  • Ruído: para ser considerado como insalubre, precisa-se estar acima de 85 decibéis (dB);

  • Vibração: já aqui, é considerado insalubre a condição que supere o limite de exposição ocupacional diária a VMB correspondente a um valor de aceleração resultante de exposição normalizada (aren) de 5 m/s2.

 

Mas há outros riscos em que a profissão de caminhoneiro está sujeita a passar, como calor intenso e alto grau de estresse, causado pela possibilidade de acidente em todo o seu percurso.

 

Qual o valor da aposentadoria de um caminhoneiro?

 

O valor da aposentadoria do caminhoneiro vai depender do valor das contribuições feitas ao longo da vida para a previdência, variando entre o salário mínimo e o teto do INSS.

 

O valor da aposentadoria na modalidade especial será calculado pela média das contribuições mais altas feitas à previdência, e na modalidade comum, ainda haverá redução pelo fator previdenciário. 

 

Já depois da reforma da previdência, o valor será 60% da média de todas as contribuições, mais 2% pelos anos a mais contribuídos acima de 20 anos.

 

Você percebeu que o cálculo do valor é individual e depende de cada caso.

 

Quantos anos Motorista de caminhão se aposenta?

 

Estando dentro dos requisitos que mostramos, o caminhoneiro pode conquistar o direito entre 53 anos de idade e 65 anos de idade. 

 

Quem não se encaixar, provavelmente deverá conquistar a aposentadoria por volta dos 60 anos de idade. 

 

Entretanto, essa idade pode ser menor se houver período de trabalho rural ou de pesca artesanal antes dos 18 anos com a família, por exemplo.

 

Aposentadoria de caminhoneiro autônomo

 

É possível também que o caminhoneiro, apenas com a CNH, que comprove exercer atividade remunerada, possa contabilizar algum período passado que ficou devendo ao INSS. 

 

Ou seja, no tempo em que trabalhou como autônomo, mas não contribuiu. Isso ajuda a acelerar a conquista da aposentadoria e o cálculo do valor a ser pago deve ser avaliado, para evitar juros mais altos cobrados pelo INSS.

 

Documentação necessária para a aposentadoria para motorista de caminhão

 

Os principais documentos necessários são: 

 

  • RG;

  • Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS);

  • Certidão de nascimento ou casamento;

  • Comprovante de endereço dos últimos dois meses;

  • CPF;

  • Comprovantes de recolhimento ao INSS (guias e/ou carnês de recolhimento);

  • CNH.

 

Trabalhador empregado:

 

  • Perfil Profissiográfico Previdenciário (PPP), que mostra em que condições o caminhoneiro exercia suas atividades e que deverá ser preenchido pelo empregador;

  • Comprovante de recebimento do adicional de insalubridade.

 

Trabalhador autônomo:

 

  • Comprovante do exercício da atividade como autônomo;

  • Guias de recolhimento do INSS.

 

E aí, gostou do nosso artigo? Ajuda o portal On Truck a espalhar essa informação a mais caminhoneiros que precisam saber sobre a Aposentadoria Especial para o Caminhoneiro!

 

Até a próxima!

 

 

Siga o Portal On Truck nas redes sociais. Estamos no FacebookInstagram e Linkedin. Acompanhe também os nossos vídeos em nosso Canal no Youtube e receba as notícias diárias em nosso Grupo de WhatsApp.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários