Domingo, 29 de Maio de 2022
Artigos Fique Ligado

Faça o checklist de um bom motorista profissional

Te mostramos 6 técnicas para você conferir boas maneiras de um bom trabalhador das estradas!

18/03/2022 às 09h50 Atualizada em 18/03/2022 às 10h18
Por: Redação Fonte: Redação
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Fala, pessoal! Beleza?

 

Estamos aqui hoje com mais um assunto sobre o universo das estradas!

 

Prepare o papel e a caneta para fazer o checklist sobre técnicas para ser um bom motorista! Independentemente da ocupação, todos buscam ser um bom profissional, concorda? E é pensando nisso que fizemos este artigo! 

 

Ficou curioso? Então, bora lá saber mais?

 

• Compartilhe esse artigo no WhatsApp

• Compartilhe esse artigo no Telegram

 

Aqui você encontra:

 

#1 Direção defensiva

 

A realidade das vias brasileiras é preocupante. Segundo dados do Observatório Nacional de Segurança Viária, a cada 12 minutos uma pessoa morre vítima da violência no trânsito no país. No período de 2011 a 2015, os acidentes de trânsito foram responsáveis por cerca de 210 mil mortes registradas em todo o Brasil.

 

Antes de pegar a estrada, qualquer motorista profissional precisa assumir sua responsabilidade sobre a redução desses números, já que boa parte dos acidentes ocorre por falhas humanas.

 

A principal postura para evitar acidentes é a conhecida direção defensiva, que se refere a todas as ações capazes de antecipar acontecimentos indesejados e situações de perigo no trânsito.

 

Alguns exemplos:

  • Dirigir em velocidades seguras, respeitando os limites indicados para cada via;

  • Realizar ultrapassagens somente com segurança;

  • Uso dos itens de segurança, com destaque para o cinto, freios, estepe e triângulo de sinalização;

  • Manter uma distância segura dos outros veículos na via;

  • Manter a atenção somente ao volante e ao trânsito, sem utilizar celulares ou outras distrações;

  • Não dirigir em condições que possam afetar a consciência, como sono ou sob efeito de remédios;

  • Reforçar a atenção em casos de condições adversas, como pouca iluminação, chuva ou buracos na via.

 

Direção defensiva é preservar vidas: a sua, enquanto condutor, e a de terceiros. Isso é cidadania e cumprir a lei!

 

#2 Cuida de seu veículo

 

O cuidado com a manutenção do veículo está, também, diretamente relacionado à direção defensiva. Cuidar do instrumento de trabalho é mais que apenas um cuidado visando a preservação do bem material: grande parte dos acidentes ocorridos nas estradas envolvendo os veículos têm como causa ou potencializador alguma falha que poderia ser evitada com a manutenção preventiva.

 

Verificação dos freios, suspensão, escapamento, sistema elétrico, baterias e a checagem frequente de pneus devem fazer parte de uma boa manutenção preventiva. Trafegar somente em boas condições e, ainda, dirigir de maneira atenta para preservar o veículo são rotina para um Motorista do Bem!

 

#3 Busca qualificação em sua área

 

As diferentes atribuições do motorista de caminhão exigem que o profissional busque se qualificar de forma constante, especialmente para a execução de determinadas tarefas. Os treinamentos e certificações permitem que se aprenda tanto a teoria quanto a prática das especialidades, tornando o motorista realmente apto a exercê-las e preparado para lidar com possíveis inconvenientes.

 

É válido lembrar que a obrigatoriedade dos cursos de especialização está registrada legalmente, por meio da Resolução 168 do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN).

 

Alguns dos cursos relacionados ao universo da profissão são:

  • Curso para Condutores de Veículos de Transporte Coletivo de Passageiros; 

  • Condutores de Veículos de Transporte de Produtos Perigosos; 

  • Condutores de Veículos de Emergência; Condutores de Veículos de Transporte de Carga Indivisível;

  • Condutores de Veículos de Transporte Escolar;

  • Cursos de atualização para as modalidades acima a cada cinco anos, conforme determinado pelo CONTRAN;

  • Certificação SASSMAQ (Sistema de Avaliação de Saúde, Segurança, Meio Ambiente e Qualidade), necessário para motoristas que trabalham com o transporte de produtos químicos;

  • Curso MOPP (Movimentação e Operação de Produtos Perigosos), relacionado ao transporte de cargas perigosas.

 

• Quer consultar os débitos do seu veículo e pagar em até 12X ? CLIQUE AQUI)

 

#4 Preocupa-se com a carga

 

O motorista que atua no transporte de cargas sabe que suas responsabilidades são maiores que apenas no volante. O que vai na carreta também exige uma série de cuidados, que consideram desde a especificidade da carga e as regras para seu transporte até a correta forma de fazer o descarregamento, com o objetivo de que chegue com segurança e integridade total ao destino.

 

O excesso de carga, uma prática infelizmente ainda comum nas estradas, coloca em risco tanto a carga quanto a viagem, ao diminuir a eficiência do veículo. Para fazer o correto controle dessa demanda, é necessário implantar, em toda viagem, o planejamento da carga

 

#5 Cuida da sua saúde

 

Com certeza, você já teve alguma experiência profissional na qual conseguiu perceber como a saúde pode afetar um dia de trabalho, o que não é diferente para os caminhoneiros. Os cuidados com a saúde vão além de simplesmente realizar os exames médicos e psicológicos exigidos para habilitação ou renovação de carteira.

 

Alimentação, postura, saúde mental e sono são apenas alguns dos aspectos que precisam ser observados, diante de sua íntima relação com um bom desempenho ao volante. Esse último, inclusive, recebe especial atenção na Lei 13.103, de 2015, que trouxe novas determinações para disciplinar a jornada de trabalho e tempo de direção do motorista profissional.

 

Para aliar sua saúde à produtividade, siga as dicas do post “5 cuidados com a saúde do caminhoneiro”.

 

#6 Em dia com a lei

 

Quão atento você está, no dia a dia, ao cumprimento das leis relacionadas ao seu trabalho? Elas não dizem respeito somente às placas encontradas nas estradas (cujas orientações precisam ser devidamente seguidas)!

 

Sabemos que não é tão fácil decorar todas as leis de trânsito e ainda as específicas para os motoristas profissionais, mas é fundamental buscar se atualizar constantemente sobre as principais determinações para que você possa exercer sua profissão dentro da lei.

 

Para iniciar qualquer transporte de carga, por exemplo, deve ser realizado o check-list de documentos exigidos, bem como das corretas sinalizações do veículo.

 

A já citada Lei 13.103/2015, conhecida como Lei do Caminhoneiro, trouxe também algumas modificações no cotidiano da profissão, visando principalmente a redução de acidentes nas estradas. As principais são:

 

- Lei do Descanso: Novas determinações sobre o tempo máximo ao volante permitido e a obrigatoriedade de repouso. Consulte a lei detalhadamente!

 

- Obrigatoriedade do exame toxicológico: Com o objetivo de controlar o uso de substâncias ilícitas associadas ao volante, a Lei instituiu a necessidade do exame toxicológico de larga janela de detecção nas ocasiões de renovação de carteiras C, D e E ou mudança de categoria. Ele deve ser realizado em um laboratório credenciado e é de responsabilidade do motorista.

 

Ajude o portal On Truck mandando este artigo para os grupos de Zap e Facebook da rapaziada!

 

Até a próxima!

 

Receba as notícias e vagas diárias em nosso Canal no Telegram [CLIQUE AQUI]

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários