Sexta, 12 de Agosto de 2022
Artigos Rastreadores

Como funcionam os rastreadores de caminhões?

Tecnologia que pode melhorar a logística de entregas

22/03/2022 às 08h29
Por: Redação Fonte: Redação
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Fala, pessoal! Beleza?

 

Estamos aqui hoje com mais um assunto sobre o universo das estradas!

 

Neste artigo, você conhecerá sobre os diferentes tipos de rastreadores para caminhões e como eles ajudam no dia a dia dos profissionais das estradas!

 

Ficou curioso? Então, bora lá saber mais?

 

• Compartilhe esse artigo no WhatsApp

• Compartilhe esse artigo no Telegram

 

Aqui você encontra:

 

Sobre o rastreador de caminhão

 

Afinal, um rastreador de caminhão é um dispositivo que com tecnologia de geolocalização via GPS, juntamente com um sistema de comunicação que envia os dados coletados do GPS para uma central de monitoramento.

 

Com isso, é possível saber precisamente onde está o seu veículo em tempo real. Em momentos de roubos de caminhoneiros autônomos ou para empresas transportadoras, essa tecnologia é ideal!

 

E como funciona o rastreador de caminhões?

 

É o que eu vamos te mostrar!

 

Primeiro, o rastreador de caminhão capta a posição do veículo por meio do GPS. Aí, depois, o GPS do rastreador pega sinais de mais de 20 satélites. A partir da análise desses sinais faz os cálculos da direção, velocidade e posição do seu veículo.

 

Essa é uma tecnologia que se tornou muito simples e economicamente acessível ao longo do tempo, estando presente em diversos dispositivos do nosso dia a dia como o nosso simples celular!

 

Uma outra tecnologia, alternativa ao GPS é a radiofrequência. A diferença neste caso é que o rastreador de caminhão à radiofrequência envia os sinais para antenas de rádio instaladas pelo país. As antenas de rádio fazem a triangulação de sinais recebidos e com base na intensidade do sinal é possível determinar a localização do caminhão.

 

Rastreador de caminhão e a comunicação com a central de monitoramento

 

Essa comunicação acontece de três formas principais:

 

1- Rede de telefonia (GSM/GPRS): essa é a comunicação mais comum. O rastreador tem um chip de telefonia que se comunica com antenas de telefonia e, por meio disso, são enviadas as informações para a central de monitoramento.

 

2- Radiofrequência: essa não é tão comum no mercado. Ela consiste no envio das informações à central por meio das antenas de rádio, as mesmas utilizadas para determinar a posição do caminhão.

 

3- Satélite: o rastreador de fato satelital executa tanto a determinação da posição quanto a comunicação via satélite. Então, ele também utilizará os satélites da órbita para enviar os dados à central. Com isso há uma maior abrangência do serviço, entretanto com um custo superior.

 

Mas, afinal, para que serve o rastreador de caminhão?

 

Utilizar um sistema de rastreamento de caminhão é algo essencial em qualquer operação de logística, transporte e distribuição.

 

O primeiro grande benefício de um sistema de rastreamento é a transparência operacional. Você saberá tudo que está acontecendo com o seu veículo em tempo real.

 

Isso por sua vez te trará alguns outros benefícios como verificar desvios de rota, agir mais rapidamente em caso de problemas, tomar decisões mais assertivas e aumentar a segurança da operação.

 

Outro grande benefício do sistema de rastreamento é a sua capacidade de aumentar a eficiência da operação, você poderá saber como criar um trajeto mais rápido, acompanhar a quilometragem para controle de manutenções preventivas, combustível consumido, autonomia veicular.

 

Por fim, o rastreador poderá ser utilizado para fazer o acompanhamento da jornada do motorista, tempos de descanso, paradas, espera e verificar a coerência da operação com a Lei do Caminhoneiro.

 

Qual é o investimento para ter um rastreador de caminhão?

 

Isso vai depender de muitas coisas. A primeira delas é qual o desejo do interessado e o tipo de tecnologia que você acredita ser mais adequada para a sua operação.

 

O rastreador de caminhão via satélite, por exemplo, tem um valor mais alto do que o rastreador caminhão via rede de telefonia, uma vez que ele não possui regiões de sombra (regiões sem comunicação e atualização da posição). Por outro lado, ele atualiza em taxas inferiores – em média 5 a 10 minutos – contra 30 segundos a 3 minutos do rastreador GSM/GPRS.

 

O cenário ideal então, é você definir quais são as suas necessidades, funcionalidades que você deseja agregar, taxas de atualização de posição, suporte técnico e operacional e selecionar o serviço.

 

Gostou deste artigo? Nos ajude enviando para os grupos de Zap e Facebook da rapaziada!

 

Até a próxima!

 

Receba as notícias e vagas diárias em nosso Canal no Telegram [CLIQUE AQUI]

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários