Quarta, 25 de Maio de 2022
Artigos Opinião

René Silva: O que mudou?

Que diferença a CART fez para o estado de São Paulo em 13 anos de concessão rodoviária?

24/03/2022 às 09h51 Atualizada em 24/03/2022 às 13h31
Por: Redação Fonte: Cart
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Nestes anos, a Concessionária duplicou suas rodovias eliminando as pistas simples e travessias em nível – que eram as principais causas de acidentes por colisões frontais e laterais. Enquanto o movimento nas rodovias de Bauru a Presidente Epitácio mais que dobrou na série histórica da CART, a partir de 2009, as iniciativas da Concessionária levaram à redução de 55,6% nos acidentes com gravidade, resultado acima da meta estipulada para a Década Mundial pela Segurança no Trânsito da ONU.

 

Isso é reflexo dos investimentos em infraestrutura e dos programas de conservação das rodovias, que só neste mais recente ciclo de pavimento iniciado em 2021, já supera mais de 36% das rodovias da CART recuperadas. As rodovias são monitoradas por câmeras e inspecionadas para pronta-resposta a qualquer necessidade do viajante: em 2021 foram 25 mil atendimentos entre socorro mecânico, guincho e atendimentos pré-hospitalares.

 

• Compartilhe esse artigo no WhatsApp

• Compartilhe esse artigo no Telegram

 

Ao mesmo tempo, a Concessionária iniciou o CART Pela Vida, programa de segurança viária que totalizou 4.675 pessoas atendidas em 49 ações promovidas ao longo do corredor, entre maio e dezembro.

 

Seja para auxiliar o motorista que precisa de apoio na rodovia ou planejar a melhor experiência aos usuários, a CART tem um time que pensa junto. É com este espírito que a Concessionária contratou 303 colaboradores entre maio de 2021 e fevereiro de 2022, quando iniciou o processo de internalização de serviços, uma política ancorada na percepção de que todo profissional é peça indispensável para o sucesso de cada etapa.

 

A formação deste capital humano supera 3 mil horas de treinamento. O Selo Pró Ética, também lançado recentemente, é o Programa de Integridade da Concessionária que orienta o colaborador a tomar decisões coerentes com a filosofia da CART no relacionamento com fornecedores e parceiros de negócios.

 

Muita gente percebeu que a CART mudou sua marca em 2021, mas este movimento vai muito além. Ele é o marco de um novo momento em que a Concessionária caminha para estar cada vez mais perto das comunidades em que está inserida. A isto se aplicam decisões que interferem diretamente no contexto das populações do entorno, em diversos aspectos.

 

Do ponto de vista do Meio Ambiente, promove campanhas nas escolas para conscientizar o descarte correto do lixo, e mantém seu Programa de Proteção à Fauna, reconhecido pela ARTESP – Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo como um case de sucesso e que rendeu o Prêmio de Concessionária do Ano na categoria Inovação.

 

O desenvolvimento regional, que além do estímulo ao empreendedorismo, à indústria e ao agronegócio, que dependem de uma boa infraestrutura rodoviária para o escoamento da produção, é também impulsionado pelo Imposto Sobre Serviços - repassado aos municípios.

 

Outro movimento da CART para alavancar o potencial turístico das cidades cortadas por seu sistema rodoviário é o “Turismo da Gente”, Programa em que a CART explora a diversidade de atrativos turísticos locais e divulga em suas plataformas digitais como forma de fomentar o turismo e o desenvolvimento econômico da região.

 

Os esforços da CART também são reconhecidos pela Confederação Nacional de Transportes (CNT), que no relatório mais recente sobre a qualidade das rodovias, colocou a SP-225 – Rodovia João Baptista Cabral Rennó entre as 3 melhores rodovias do Brasil, em pesquisa que avaliou 109 mil quilômetros de rodovias em todo o País.

 

Entre tantas respostas sobre a pergunta inicial, a CART mudou caminhos. Este projeto, mais do que entregar rodovias seguras e modernizadas, representa a presença de uma empresa consciente de seu papel para construir um cenário melhor no cotidiano das pessoas que ela conecta, seja o profissional que viaja para a cidade vizinha onde está o seu emprego, seja o caminhoneiro que roda milhares de quilômetros.

 

*René Silva é diretor-presidente da CART Concessionária de Rodovias

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários